Cidades

9 de junho de 2018 09:19

Chargista da Tribuna Independente é selecionado em concurso internacional

Trabalho de Marcus Vinícius Luna dos Santos, o Billo, está entre os 90 melhores do Salão Internacional da Amazônia

↑ Marcus Vinícius Luna dos Santos, o Billo, já participou de cerca de 10 premiações, a maioria internacionais (Foto: Adailson Calheiros)

É possível que pelo nome Marcus Vinícius Luna dos Santos você não se recorde, mas pelo apelido adquirido ainda na infância certamente muita gente conhece “Billo”, um dos chargistas alagoanos com mais trabalhos selecionados em salões de arte internacionais.

Em 20 anos de carreira, Billo participou mais ou menos de 10 premiações e a maioria internacionais. Apesar de não trazer o prêmio principal para casa o chargista conta que só em ter os trabalhos selecionados entre os melhores já é um prêmio.

“Raramente participo desse tipo de premiação. Comecei a participar desses salões internacionais entre 2016 e 2017. Não cheguei a vencer, mas tive cerca de 10 trabalhos selecionados entre os melhores. Nesse Salão Internacional da Amazônia, por exemplo, participaram pessoas de todo o mundo. Foram mais de 700 trabalhos inscritos e 90

selecionados para ficarem expostos em uma espécie de exposição de arte e o meu trabalho ser selecionado para estar entre eles na categoria caricatura é muito gratificante”, conta Billo.

CARREIRA

O chargista já produziu para: jornal Extra AL, jornal de Debates SP, Charge online, Primeira Edição e Tribuna Independente, onde atua há 11 anos. Ao longo desse tempo Billo conta que não participou de muitas premiações. E as que participou foram de nível internacional.

Em 2017, Billo conquistou o segundo lugar na categoria imagem no Prêmio José Marques de Melo de Jornalismo em Ciência, Tecnologia e Inovação de Alagoas com a charge “O fim das Trevas” publicada no jornal Tribuna Independente.

“Existem poucos prêmios voltados para charges ou caricaturas. A maioria dos prêmios só tem a categoria Imagem/Fotografia. Por isso, não me inscrevo muito. Às vezes tento nessa categoria e inscrevo. Mas raramente”, explica o chargista.

O profissional comenta que esses concursos dão um destaque para os seus trabalhos. “Estas premiações (salões de humor), por serem internacionais e de um alto nível, dão um bom destaque aos trabalhos selecionados por geralmente serem submetidos ao crivo de grandes especialistas nestes tipos de competições por conta da grande quantidade de bons cartunistas dos vários continentes que participam”, ressalta.

Entre os salões e concursos que Billo participou ele teve trabalhos selecionados no X Festival Internacional de Humor da Amazônia (2018 – mais recente); três trabalhos selecionados para a final do 39º Prêmio Vladimir Herzog de jornalismo em 2017; foi contemplado no Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo em 2017; trabalhos selecionados nos seguintes salões entre 2006 e 2007 – Universitário de Piracicaba; ainda em 2007 e 2006 teve trabalho selecionado no salão de Humor para a Imprensa do Rio Grande do Sul – Internacional de Varginha (MG) e ainda neste ano, selecionado também no salão Internacionais de Paraguaçu Paulista (SP) e de Caratinga (MG) em 2006.

Diretores da cooperativa ressaltam a importância dos prêmios

Para a diretora comercial da Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos de Alagoas (Jorgraf), Marilene Canuto, ter um profissional que faz parte do grupo selecionados em prêmios é uma visibilidade e um reconhecimento tanto para o profissional quanto para a Jorgraf.

“A palavra correta é reconhecimento. O benefício é a visibilidade que o nosso produto vai ter. Isso mostra a dedicação do profissional. Tanto para ele quanto para nós é um orgulho. Ser selecionado em um concurso que escolhe as melhores charges não tem preço. O Billo já é um profissional premiado e experiente. Ele se dedica ao trabalho e isso para a gente que faz a Jorgraf é de fundamental importância”, expôs Marilene, acrescentando que a seleção do trabalho de Billo é um presente para a cooperativa que está as vésperas de completar 11 anos de muita luta e dedicação para se manter levando um conteúdo de qualidade para os alagoanos.

O diretor Financeiro da Jorgraf, Flávio Peixoto, ressalta que a seleção já é um prêmio, tanto para Billo quanto para a cooperativa.

“Para a gente que compõe a equipe da Jorgraf, a notícia que ele foi selecionado entre os melhores é muito importante. É de aplaudir. Ainda mais em saber que é uma disputa de nível mundial. O Billo já é um profissional de destaque em nosso estado”, comenta.

Já o presidente da Jorgraf, Paulo Gabriel, enfatiza a importância de se manter vivo a profissão de chargista e designer gráfico.

“É importante perpetuar essa arte da charge. Muitos jornais não usam mais, porém é um víeis de comunicação muito importante para o jornal. Através desse modelo de comunicação percebemos muita coisa. Essa seleção é importante para o Billo porque mostra que a profissão ainda está no auge. Ele é um chargista e designer gráfico bem conceituado e nosso papel é valorizar esses profissionais que atualmente são raros nos veículos de comunicação”, ressalta Paulo Gabriel.

Quem quiser conferir os trabalhos de Billo, além do jornal Tribuna Independente pode conhecer algumas de suas “obras” em seu blog no www.blogdobillo.com.br.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH