Cidades

29 de maio de 2017 20:31

Municípios alagoanos atingidos pela chuva irão receber medicamentos e vacinas

Técnicos da Sesau já iniciaram a distribuição de colchões para Jacuípe, Marechal Deodoro e Pilar

O secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, por causa das fortes chuvas que castigaram Alagoas até esse domingo (28), anunciou, nesta segunda-feira (29), que os municípios atingidos irão receber medicamentos, vacinas e correlatos. O anúncio ocorreu durante reunião com o governador Renan Filho, no Palácio República dos Palmares, no Centro de Maceió.

Para isso, técnicos da Superintendência de Atenção à Saúde (Suas) e Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) estiveram reunidos com representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL). Durante o encontro, ficou acordado que os gestores municipais irão repassar as informações para que seja elaborado um relatório com as necessidades de cada município afetado pela enchente.

“Nossas equipes estão mobilizadas para ir aos municípios e fazer um levantamento sobre a situação em cada cidade atingida pela chuva, como por exemplo, aumentar o fornecimento de vacina, além de orientar quanto ao surgimento das doenças de veiculação hídrica”, afirmou Christian Teixeira, informando que a Sesau realizou a doação de 280 colchões para os municípios de Jacuípe, Marechal Deodoro e Pilar.

Ambulâncias também foram remanejadas para os municípios em situação mais crítica, ampliando o suporte às pessoas afetadas pelas chuvas. Durante o socorro às vítimas da enchente, o Samu Aeromédico também foi mobilizado para agilizar o transporte nas localidades mais distantes da capital.

Christian Teixeira ainda falou que “os médicos do Estado foram convocados, fortalecendo os plantões das unidades hospitalares da capital e do interior”. Com isso, segundo o secretário de Estado da Saúde, “houve diminuição do sofrimento das famílias, mas, neste momento, é necessário que todos os entes federativos se unam para dar todo o apoio técnico que os municípios necessitem”, enfatizou.

Comentários

MAIS NO TH