Saúde

29 de abril de 2020 20:54

Secretário diz que Ministério da Saúde ainda não enviou respiradores para Alagoas

Alexandre Ayres mais uma vez reforçou a importância do isolamento social

↑ Secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres (Foto: Edilson Omena)

Em entrevista coletiva on-line concedida na noite desta quarta-feira (29), o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, voltou a comentar sobre a pandemia de Covid-19 em Alagoas. O secretário chamou a atenção para o fato de 39 municípios do estado terem infectados pela doença. Até essa terça-feira (28), eram 32 cidades alagoanas afetadas pela pandemia. Outro fator importante mencionado foi a questão de respiradores em Alagoas.

“Até agora, o Ministério da Saúde não enviou os 30 respiradores que tinha prometido a Alagoas no mês de abril”, afirmou o secretário, que disse que continua cobrando os aparelhos ao Ministério.

Alexandre Ayres comentou que, aproximadamente, 50 profissionais da saúde estão afastados das suas funções em Alagoas por suspeita de estarem com Covid-19. “Quem tem sintomas fica em casa sem prejuízo do salário”, completou.

“Estamos a cada dia mais preocupados com o crescimento da curva e com o descumprimento da população alagoana em relação ao isolamento social. O que tem feito esse número de infectados crescer é o descumprimento do isolamento”, reforçou o secretário, que exaltou o Laboratório Central de Alagoas (Lacen) quanto aos testes feitos para identificação da Covid-19.

O secretário enfatizou que, se os alagoanos continuarem descumprindo o isolamento social, a prorrogação do decreto de isolamento “vai acontecer quantas vezes forem necessárias”. “A gente não trabalha com plano B, mas, se houver necessidade, o governo vai utilizar leitos da rede privada”, afirmou Ayres.

Mais uma vez, o secretário demonstrou preocupação em relação à ocupação de leitos em Alagoas, chamando a atenção que o estado tem equilibrado bem a conta neste quesito e Maceió está com 48% das UTIs destinadas a pacientes com Covid-19 ocupadas. “Volto a repetir. Se todos ficarem doentes ao mesmo tempo, não teremos leitos para todo mundo. É importante o isolamento. A doença não escolhe classe social ou partido político”, enfatizou.

Durante a coletiva, Ayres também mencionou sobre a aquisição de um caminhão para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) com o objetivo de entregar vacinas em Arapiraca e sobre o aumento de 10 leitos no Hospital da Mulher.

Números da pandemia

Da terça para a quarta-feira, Alagoas registrou mais 180 novos casos de Covid-19 no estado, totalizando 957 casos confirmados.

São 41 mortes provocadas pelo novo coronavírus em Alagoas e estão registrados 398 casos suspeitos.

Fonte: Texto: Rívison Batista

Comentários

MAIS NO TH