Política

19 de agosto de 2018 09:31

OAB alerta que há riscos de novas tragédias como a de Pacaraima

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, lamentou o episódio em Pacaraima, no estado de Roraima

↑ Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, lamentou o episódio em Pacaraima, no estado de Roraima (Foto: Agência Brasil)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, lamentou o episódio em Pacaraima, no estado de Roraima, envolvendo brasileiros e venezuelanos e disse que, se uma ação urgente não for tomada, há riscos de novas tragédias. Ele afirmou que conhece o local e que Roraima não dispõe de condições para receber os cerca de 800 venezuelanos que chegam diariamente ao estado.

Ontem (18) moradores de Pacaraima (RR), na fronteira com a Venezuela, atacaram os venezuelanos que moram na cidade, inclusive queimando suas barracas, depois que um comerciante foi assaltado e espancado. Segundo os moradores, os suspeitos são quatro venezuelanos.

“O grave episódio de violência ocorrido neste sábado (18), na fronteira entre o Brasil e a Venezuela, expõe de forma clara o drama humanitário que abate nossos vizinhos”, afirmou Lamachia.

“O momento é de atenção, por isso é preciso que haja solidariedade federativa para preservar brasileiros e venezuelanos de um agravamento do difícil quadro em que se encontram.”

Lamachia ressaltou que a situação, antes humanitária, agora trata-se de segurança pública.

“Está claro que o problema vem se agravando pela inoperância das autoridades ao longo desse episódio. O que era uma questão humanitária agora tem forte conotação de segurança. Os Estados precisam se organizar para receber os venezuelanos e dar um exemplo ao mundo de democracia e solidariedade” finalizou.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

MAIS NO TH