Polícia

8 de março de 2019 13:28

Renan Filho celebra diminuição de homicídios durante o Carnaval em Alagoas

Coletiva na sede da SSP contou com a presença da cúpula de segurança do Estado

↑ Governador se reuniu com a cúpula da segurança para apresentar balanço do carnaval 2019 (Foto: Smack Neto)

Foram apresentados os dados da segurança pública no carnaval 2019. O destaque ficou por conta da redução no número de mortes no estado em comparação com anos anteriores. Os dados foram apresentados à imprensa pelo governador Renan Filho e o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, na manhã desta sexta-feira (08), na sede da SSP, no Centro.

Os números foram levantados pelo Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), durante o período das 18 horas da sexta-feira (01) às 12 horas da quarta-feira de cinzas (06). Dentro deste recorte foram contabilizados 20 homicídios em todo o estado, numa redução de 28,6% em comparação ao mesmo período em 2018.

“O carnaval é um momento em que a segurança pública é estressada, porque o cidadão demanda a presença dela em todos os cantos do estado. Foram mais de 500 blocos de carnaval e a segurança pública presente em todos eles”, argumentou Renan Filho.

A Operação Carnaval contou com um reforço de 8.650 servidores entre agentes de polícia, delegados, escrivães, policiais militares, bombeiros e peritos. Só a Polícia Militar contou com 6.627 policiais e 709 viaturas na capital, Região Metropolitana e demais municípios do interior do estado. A Polícia Civil contou com um incremento de 1.155 policiais e delegados, além de 360 viaturas. Já o Corpo de Bombeiros disponibilizou 868 militares.

Segundo as informações repassadas pela cúpula da SSP, o carnaval 2019 foi o menos violento dos últimos anos. Segundo a análise criminal, na série histórica, este foi o menor número registrado desde 2011, quando houve um registro de 53 mortes no período carnavalesco.

“A gente sempre vem apresentando esses números, batendo sucessivamente recordes em redução da violência em Alagoas. Ano passado, fomos o estado que mais reduziu a violência no país, só atrás de Pernambuco”, lembrou o governador.

Renan destacou a diminuição da violência em Alagoas (Foto: Smack Neto)

Na capital, os números apresentados trouxeram um percentual de queda maior com relação aos homicídios. De onze mortes registradas em 2018, este ano o período teve apenas cinco, uma queda de 54,5%.

O secretário Lima Júnior destacou o grande resultado e chamou a atenção para o fato de nenhuma das mortes ter ocorrido em locais onde aconteciam festejos carnavalescos. Em pleno dia internacional da mulher, houve o destaque também para a inexistência de feminicídios no período. Ainda assim, houve o registro de 111 casos de violência contra a mulher reportados a Polícia militar.

Registro de ocorrências

Além dos dados referentes a homicídios, a SSP também apresentou os números de outros tipo de ocorrência durante a folia em Alagoas. Destaque para a redução no número de roubo de transportes coletivos durante o período. Foram registrados quatro ataques, enquanto que em 2018 foram cinco.

A Polícia Militar teve um total de 641 ocorrências atendidas nos seis dias de Operação Carnaval. Destas, a maioria – 131 no total – foram referentes à perturbação do sossego alheio. Já a Polícia Civil teve um total de 830 ocorrências. A maioria delas, 118, foram referentes à perda ou extravio. Outras 127 ocorrências foram de furto e 119 foram de roubo.

O Corpo de Bombeiros realizou 9.430 ações preventivas nas praias de Alagoas. Foram realizados 61 atendimentos pré-hospitalares, 27 buscas e salvamentos e 23 atividades de prevenção. Também localizaram 13 crianças perdidas, combateram 13 incêndios e efetuaram dois resgates referentes a afogamentos.

Fonte: Tribuna Hoje / Smack Neto

Comentários

MAIS NO TH