Interior

Prefeitura de Rio Largo é autuada por lançar esgoto em área de nascentes

Por Ascom IMA/AL 25/01/2023 09h40
Prefeitura de Rio Largo é autuada por lançar esgoto em área de nascentes
O problema foi flagrado pela fiscalização do IMA e pode deixar a população sem abastecimento por 10 dias - Foto: Assessoria

A prefeitura de Rio Largo foi autuada em R$ 566,430 mil pela fiscalização do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL), no final da tarde dessa terça-feira (24). O principal problema é o lançamento de esgoto direto no ambiente, comprometendo nascentes próximas da Área de Proteção do Catolé e a captação de água da Casal.

Moradores de diversos bairros, daquele município, poderão ficar sem abastecimento por pelo menos 10 dias.

A Casal coletou amostras no local para analisar as condições do lançamento, mas as características da água evidenciam a falta de tratamento.

O flagrante é grave e rendeu três autuações. Os autos emitidos foram por: lançar efluentes sem tratamento direto no ambiente, no valor de R$ 500 mil; falta de licença ambiental de instalação, em R$ 16.430 mil; supressão de vegetação sem autorização, em R$ 50 mil.

O lançamento do esgoto aconteceu direto em uma área de nascentes onde a Casal faz captação de água para abastecimento. O problema foi causado pelo rompimento de uma obra de drenagem da prefeitura de Rio Largo. No momento da fiscalização, os responsáveis pela obra apresentaram apenas uma licença prévia, emitida pela própria prefeitura. Além disso, os fiscais ainda encontraram uma supressão de vegetação no local.

Toda a ação foi acompanhada pelo engenheiro da obra e policiais do Batalhão de Polícia Ambiental.