Esporte

19 de fevereiro de 2020 09:09

Paysandu e CRB se enfrentam na Copa do Brasil

Duelo entre as equipes acontece hoje às 19h15 na Curuzu, em Belém-PA

↑ CRB pode até empatar diante do Independente do Pará para avançar à segunda fase da Copa do Brasil (Foto: CRB/Gustavo Henrique)

A segunda fase da Copa do Brasil é diferente. É jogo único sem vantagem de empate para ninguém. Se o placar termina igual, os adversários decidem a vaga na terceira fase nos tiros livres da marca penal, os populares pênaltis. O CRB sabe disso. O Paysandu também.

O duelo entre as equipes acontece hoje às 19h15 na Curuzu, em Belém-PA. E vale muita grana. Quem avança nesta etapa da competição embolsa mais de R$ 1 milhão.

O Galo da Pajuçara vem de empate contra o América-RN, fora de casa pela Copa do Nordeste, e o time quer fazer igual diante do Independente: eliminar outro time paraense do torneio e desembolsar uma bolada

“O Paysandu é um adversário perigoso, que dentro de casa, diante de sua torcida cresce muito. Vamos procurar fazer um bom jogo, sem erros para sairmos com um grande resultado e a vaga assegurada”, afirmou Claudinei.

A base escalada pelo técnico Marcelo Cabo deve ser a mesma que atuou em Natal com Edson Mardden, Lucas Mendes, Thalisson Kelven, Xandão e Igor; Claudinei, Carlos Jatobá e Rafael Longuine; Luidy, Léo Gamalho e Erik.

“O grupo vem crescendo de produção a cada partida desta temporada. Essas últimas semanas foram importantes para todos. Ainda não chegarmos ao nível que queremos, mas estamos próximos disso. Vamos procurar manter um ritmo forte nos treinos e jogos para alcançarmos essa meta nas próximas partidas”, disse Gamalho.

PAPÃO

A goleada do Paysandu no estadual contra o Paragominas animou os torcedores. Foi um placar de 5×0, pela 5º rodada do Parazão 2020.

Com a vitória o Paysandu assumiu a liderança do Campeonato Paraense 2020, com 12 pontos conquistados.

O time está motivado e o técnico é Hélio dos Anjos deve repetir a escalação contra o CRB com Paulo Ricardo, Tony, Micael, Wesley Matos e Diego Matos; Uchôa, PH e Serginho; Luiz Felipe, Nicolas e Uilliam Barros.

Fonte: Tribuna Indepedente / Editoria de Esporte

Comentários

MAIS NO TH