Esporte

16 de outubro de 2019 22:07

CSA empata com Atlético-MG no Rei Pelé e fica na zona de rebaixamento da Série A

Resultado pôs fim a sequência de três vitórias seguidas do Azulão no Rei Pelé

↑ CSA e Atlético empataram no Rei Pelé nesta quarta - Fotos: Edilson Omena

CSA e Atlético-MG jogaram no Estádio Rei Pelé, na noite desta quarta (16), em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os times empataram em 2 a 2 na estreia do novo comandante do Atlético-MG, Vagner Mancini.

Em jogo muito movimentado em Maceió, o CSA abriu o placar com o veterano Alecsandro aos 33 minutos do 1º tempo. Após pressão, o Galo conseguiu reverter o placar já na segunda etapa. Réver deixou tudo igual aos 23 e Luan virou a contagem, mesmo jogando com um a menos, aos 39. Os visitantes, porém, não conseguiram aproveitar a vantagem, e Guga fez pênalti minutos depois. Jonatan Gomez foi para cobrança e deu números finais ao confronto.

O empate mantém o CSA na zona do rebaixamento, com 26 pontos, a mesma marca do 16º Ceará, que ainda joga na rodada, nesta quinta-feira fora de casa contra o Santos. O resultado pôs fim a sequência de três vitórias seguidas dos alagoanos no Rei Pelé.

Já o Atlético-MG segue sem vencer na estreia de Vagner Mancini e pode perder até dois lugares na tabela, para Vasco ou Botafogo, que se enfrentam nesta quarta-feira, e Fluminense, que joga na quinta contra o Athletico-PR. O Alvinegro está na 11ª posição com 36 pontos somados.

Jogo

Precisando voltar a vencer, o Atlético-MG ensaiou uma pressão inicial fora de casa mas não manteve o ritmo. Mesmo sem conseguir se impor tanto, a equipe mineira foi quem melhor finalizou no inicio, com destaque para chute de fora da área de Vinícius aos 30 minutos, que exigiu boa defesa de João Carlos.

O jogo tomou um novo rumo pouco tempo depois, aos 33. Fábio Santos errou na saída de bola pela esquerda e perdeu a bola para Dawhan. O meia teve espaço para cruzar contra a defesa ainda desarrumada do Galo e buscou Alecsandro dentro da área. O veterano venceu Léo Silva pelo alto e cabeceou forte para o fundo das redes. Foi o segundo tento do atacante no Brasileirão.

Após abrir o placar, os mandantes entregaram a bola para o Atlético e recuaram na tentativa de manter o placar. Mesmo rondando a área alagoana, o Galo não conseguiu criar boas chances na primeira etapa.

O jogou voltou no segundo tempo como terminou no primeiro, mas agora com um Atlético mais agressivo em busca do empate. Aos 17 minutos, a melhor chance dos visitantes até então. Fábio Santos recebeu bom passe de Vinícius em profundidade por elevação, dominou dentro da área e bateu cruzado para grande defesa de João Carlos. No rebote a defesa tirou para escanteio e manteve o placar.

Aos 23 a pressão atleticana se converteu em bola na rede. Em rebote de escanteio, a bola chegou limpa para Réver na entrada da área, o zagueiro encheu o pé e contou desvio da defesa adversária para bater o goleiro do CSA. Tudo igual no placar.

A equipe mineira quase virou aos 27, em finalização de Malcon na frente do gol após cruzamento de Ricardo Oliveira. A bola foi desviada e saiu pela linha de fundo. O Galo chegou a ficar com dez homens em campo após cartão vermelho direto para Vinícius por deixar o braço no rosto de Dawhan.

A virada veio aos 39. Após erro de posicionamento da defesa do CSA, Luan dominou livre após cruzamento de Fábio Santos e bate firme para marcar seu segundo gol no torneio.

Quando tudo parecia caminhar na direção dos mineiros, Guga derrubou Jonatan Gomez dentro da área. Após checagem do VAR, o árbitro confirmou a penalidade. Na cobrança, o argentino que sofreu o pênalti bateu firme no canto esquerdo e decretou o empate.

Fotos: Edilson Omena

Fonte: Redação com Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH