Esporte

31 de agosto de 2019 19:21

Guarani bate o Figueirense em Florianópolis, mas segue na lanterna

Bugre não vencia fora de casa há sete meses

↑ Resultado de Figueirense e Guarani movimenta a parte de baixo da tabela (Foto: Matheus Dias / FFC)

Visitando o Figueirense no Orlando Scarpelli na tarde deste sábado, o Guarani venceu por 1 a 0 e alcançou duas marcas importantes da temporada. Além de engatar dois triunfos seguidos pela primeira vez no campeonato, o Bugre voltou a vencer fora de casa após sete meses. O jogo foi válido pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A partida começou ruim para o Guarani, que teve que gastar uma substituição logo no primeiro minuto. O atacante Marquinhos sentiu dores musculares e foi substituído por Filipe Cirne. Mesmo com a baixa, o Bugre jogava melhor, e abriu o placar com Davó, aos 44 minutos.

No segundo tempo, o Figueirense buscou aplicar uma pressão inicial, e chegou a criar chances de gol. Ainda assim, a equipe da casa não conseguiu reagir, e o Bugre chegou a sua primeira vitória como visitante desde o jogo contra o São Paulo, que ocorreu no fim de janeiro, pelo Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Figueirense fica ainda mais próximo da zona de rebaixamento, com 21 pontos, enquanto o Guarani se mantém na lanterna do campeonato, mas alcança os 19 pontos do São Bento.

FICHA TÉCNICA
Figueirense 0x1 Guarani

Local: Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Data: 31 de agosto de 2019 (sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: José Washington da Silva (PE)
Auxiliares: Bruno Cesar Chaves Vieira (PE) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)

Público: 3.165 (público total)
Renda: R$ 55.480,00
Cartões amarelos: Fellie Mateus, Zé Antônio, Willian Popp, Klever, Luiz Gustavo, Deivid e Davó
Gol: Davó

Figueirense: Matheus Vidotto; Kauê, Alemão, Pereira e Renner (Robertinho); Zé Antônio, Betinho, Andrigo (Yuri Mamute) e Fellipe Mateus (Raphael Soares); Willian Popp e Rafael Marques.
Técnico: Vinícius Eutrópio

Guarani: Klever; Bruno Souza, Bruno Lima, Luiz Gustavo (Diego Giaretta) e Thallyson; Deivid, Igor Henrique, Arthur e Bady (Ricardinho); Marquinhos (Filipe Cirne) e Davó.
Técnico: Thiago Carpini.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

MAIS NO TH