Esporte

16 de agosto de 2019 09:42

Série A: CSA ainda não fez gol fora de Maceió

Argel Fucks finaliza os treinos neste sábado, no Estádio Nilton Santos, e deve mudar outra vez postura tática do time

↑ Maranhão disputa velocidade com o zagueiro vascaíno (Ascom CSA)

Hoje de manhã tem treino. À tarde a delegação embarca para o Rio de Janeiro. Neste domingo, o CSA tem mais um compromisso longe de Maceió. O time enfrenta o Fluminense, às 16h, no Maracanã. A partida é válida pela 15ª rodada do Brasileirão. E existe um tabu. Após 14 jogos o time do Mutange não marcou gol longe de Maceió. Aliás, só marcou três vezes neste campeonato. Os três gols foram no Rei Pelé (Matheus Sávio, Maranhão e Carlinhos).

A falta de gols é um reflexo dos treinos esta semana. O técnico Argel Fucks trabalhou muito as jogadas de finalização. Chutes a gol, jogadas ensaiadas e cruzamentos. Argel fez questão de bater na bola e mostrar aos jogadores como deve ser feito.

“Assim como os outros, temos que encarar esse jogo como uma decisão. O Fluminense está quatro pontos na frente da gente. Será um jogo muito importante, estádio cheio, mas temos jogadores muito experientes. Temos muitos jogos decisivos nas costas, isso não vai pesar para o nosso time. Temos que entrar concentrados”, disse o lateral Euller.

O meia Didira recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Fortaleza e vai cumprir suspensão. A formação titular não deve fugir de Jordi, Apodi, Leandro Castán, Alan Costa e Carlinhos, Jean Kleber, Dawhan, João Vítor e Jonatan Gómez, Maranhão e Alecsandro.

“Fiz alguns jogos no Maracanã, é um lugar que todo atleta sonha em jogar. Estádio muito bom. Não vai ser problema caso o professor Argel opte por me colocar. Se não for eu, tenho certeza que quem entrar vai dar o máximo e fazer aquilo que o grupo está treinando. O importante é não ter vaidade, isso tem que ficar por último”, completou Euller.

Para a partida diante do Fluminense, o CSA tem quatro jogadores pendurados com dois cartões amarelos: os zagueiros Alan Costa e Luciano Castán, o volante João Vitor e o atacante Ricardo Bueno.

BOATOS

O meia Daniel Costa não virá para o CSA. O dirigente Raimundo Tavares confirmou que a contratação de reforços será feita com atletas que não passaram no clube. Com isso, da mesma forma está vetada a contratação do atacante Neto Berola. “Estamos trabalhando para trazer reforços na próxima sema

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esporte

Comentários