Esporte

18 de março de 2019 11:10

Governo do Rio de Janeiro anuncia rompimento com consórcio que gere o Maracanã

Governador Wilson Witzel se manifestou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (18)

↑ Maracanã volta a ser responsabilidade do estado (Foto: Divulgação)

O Maracanã está novamente nas mãos do governo do estado do Rio de Janeiro. Em coletiva na manhã desta segunda-feira (18), no Palácio da Guanabara, o governador Wilson Witzel anunciou o rompimento com o consórcio que gere o estádio atualmente.

A decisão passa a ter valor dentro de 30 dias contados a partir deste 18 de março. O Governo do Estado passará a tomar conta do estádio e está aberto para conversar com os clubes. Flamengo e Fluminense tinham contratos em vigor com o consórcio, mas ainda não se manifestaram. O governador, por sua vez, decretou:

– Se a concessionária mantinha contrato com os clubes, na medida que ela é rescindida, eles não têm efeito. Por isso, nós vamos conversar com os clubes, com regras claras, de como pode ser usado no jogo. O que é resolvido entre as partes, uma vez negociado, é aquela coisa: o combinado não sai caro.

Witzel fez o anúncio juntamente com o vice-governador, Cláudio Castro, e os secretários de Estado da Casa Civil e Governança, José Luis Zamith, e do Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bournier. O governador falou sobre a gestão do estádio:

“O Maracanã tem renda. Vai ser administrado pelo estado em parceria com os clubes. Não vejo dificuldades. A maior dificuldade que vamos ter é de modelar a PPP (Parceria Público Privada). Mas, não haverá prejuízo nenhum. Os clubes estavam me pedindo. Manter uma empresa condenada em primeira instância não dava”.

O governador do Rio de Janeiro disse que a decisão não impacta em nada no calendário de jogos previsto para o estádio, como os da Copa América, por exemplo.

O próximo jogo marcado para o Maracanã já acontece nesta terça-feira (19): Madureira x Flamengo, às 20h30 (de Brasília), pela quinta rodada da Taça Rio.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários

MAIS NO TH