Cooperativas

27 de Abril de 2018 16:25

Alunos desenvolvem projetos para I Oficina de Startup

Evento é promovido pelo Colégio Inovar, gerido por cooperativa educacional de Atalaia

↑ (Foto: Assessoria do Sistema OCB de Alagoas)

Os estudantes do Colégio Inovar, com sede em Atalaia, trabalham há três meses a construção de onze projetos inovadores, viáveis economicamente e sustentáveis, que trazem soluções para a conservação da natureza e transformação social.

Trata-se da I Oficina de Startup, que remete ao ato de começar algo novo. A iniciativa envolve alunos dos ensinos fundamental e médio e as disciplinas de geografia, empreendedorismo e inovação tecnológica.

“Os projetos serão apresentados no dia 05 de maio, sábado, às 19h, na quadra de esportes da escola, localizada na Rua Manoel Medeiros Sobrinho”, explicou o professor de geografia e coordenador do evento José Albuquerque.

O evento será aberto ao público e cerca de 500 senhas serão distribuídas para o acesso. “É o tipo de ação que movimenta a cidade e gera resultados positivos. Vai ser um sucesso”, promete.

Cada equipe terá inicialmente um minuto para defender seu trabalho, lançando uma problemática e sua solução sustentável. Na fase seguinte, os selecionados terão cinco minutos para detalhá-lo, incluindo a viabilidade econômica e potenciais parceiros.

O presidente do Sistema OCB/AL*, Marcos Rocha, elogiou a dinâmica da Cooperativa Educacional Maria Cristina de Souza por fomentar o espírito empreendedor nos alagoanos. “É importante estimular a cultura de empreender, de ousar, pois assim construiremos uma sociedade desenvolvida em todos os aspectos”, pontuou.

O evento é componente curricular obrigatório do Colégio Inovar, intitulado projeto integrador, e tem como objetivo criar condições para os alunos criarem soluções, serviços ou novos produtos que possam solucionar um problema real e ao mesmo tempo promover a transformação social.

“É importante considerar que partimos do pressuposto que são experimentos, e que a aprendizagem sobre como desenvolver uma solução é o resultado desse experimento. Nesse processo utilizam-se recursos empreendedores combinados com estratégias pedagógicas como o Project Model Canvas, Storytelling, Pich, Design Thinking, entre outros”, explicaram os professores de empreendedorismo e inovação tecnológica, Gildenor Filho e Hyago Basílio.

“A metodologia do trabalho adotada muda o papel do aluno em relação às linhas de instrução sistemática ou aula expositiva e o transforma em protagonista. Além disso, muda o papel do professor, da condição de “proprietário dos conhecimentos e dono do saber”, para quem ajuda os alunos a encontrarem as respostas”, ressaltou Artur Isidoro, diretor do Colégio Inovar.

Fonte: Assessoria do Sistema OCB de Alagoas

Comentários

MAIS NO TH