Cidades

11 de dezembro de 2017 12:50

Inscrições  para Projeto Golfinho começam amanhã

Pais e responsáveis devem  se dirigir ao stand no Maceió Shopping

↑ As aulas desta 13ª edição do Projeto Golfinho serão realizadas na Praia de Pajuçara, em Maceió

O tradicional projeto Projeto Golfinho  terá as inscrições abertas  para sua edição 2018 amanhã (12), no stand que será montado no Maceió Shopping, na Mangabeiras. Serão disponibilizadas 100 vagas para matrícula na terça, 100 na quarta (13) e 150 na quinta-feira (14) para meninos e meninas dos 8 aos 13 anos de idade.

A inscrição pode ser feita por um adulto responsável – não necessariamente pai ou mãe – contanto que ele apresente os seguintes documentos: Foto 3×4 da criança tirada recentemente; cópia do RG ou certidão de nascimento da criança; cópia do RG do pai ou responsável; preenchimento da Ficha de Inscrição cedida no local; e Atestado Médico comprovando bom estado de saúde do participante e aptidão para esforço físico.

Cada adulto poderá inscrever apenas duas crianças a cada dia. Este ano, os organizadores – Braskem e Governo do Estado de Alagoas, através do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) – convidam que os Golfinhos integrem uma ação social do projeto com a doação de um presente no ato da inscrição, que será destinado ao Natal de crianças carentes.

As aulas desta 13ª edição do Projeto Golfinho serão realizadas na Praia de Pajuçara, em Maceió, de 8 de janeiro a 26 de janeiro de 2018, com turmas semanais, das 07h às 11h40.

As atividades  do projeto incluem noções básicas de prevenção de acidentes na água e domésticos,  de primeiros socorros,  de educação do trânsito,  da prática de esportes em geral, noções sobre a preservação do meio ambiente, prevenção às drogas e princípios de civismo e patriotismo.

Segurança na água

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ocorrem em média 8 mil óbitos por afogamento a cada ano no Brasil, dos quais 65% das vítimas são crianças. Ele é a segunda maior causa de mortes de crianças entre 5 e 14 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA), um número ainda mais preocupante ao considerar que Maceió possui uma extensão litorânea de 30 km, que se estende do Pontal da Barra à Praia da Sereia, além da existências das lagunas Mundaú e Manguaba.

Ainda considerando os dados da capital, quase 25% dos habitantes de Maceió possuem até 14 anos de idade. Com a chegada das férias de verão, eles revezam-se entre a ociosidade e a diversão, sendo a mais popular, de menor custo e mais democrática a praia. Daí a proposta da colônia de férias do Projeto Golfinho, para proporcionar noções básicas de segurança na água aos jovens, além de outras informações úteis de segurança.

 

Fonte: Assessoria

Comentários