Tecnologia

25 de junho de 2021 17:43

Primeira versão do Windows 11 não vai rodar aplicativos do Android

Versão beta do sistema será disponibilizada em breve para os desenvolvedores e curiosos de plantão

↑ Integração com a Amazon Appstore vai permitir rodar aplicativos para Android no Windows 11 (Imagem: Microsoft / Reprodução)

Após a apresentação oficial do Windows 11 nesta quinta-feira (24), a Microsoft revelou que deve liberar em breve a primeira versão beta do sistema para os desenvolvedores e curiosos de plantão. No entanto, alguns recursos relevantes ainda não foram incluídos no sistema.

É o caso de uma das funções mais aguardadas para o Windows 11, o suporte para rodar aplicativos do Android nativamente. Para funcionar, a Microsoft declarou que vai integrar a Amazon Appstore na loja de aplicativos do Windows, a Microsoft Store. Infelizmente, ainda não será dessa vez que os usuários vão poder testar a novidade.

Outro recurso que vai ficar de fora, pelo menos por enquanto, é a integração com o Microsoft Teams, que vai oferecer a possibilidade de iniciar chamadas de vídeo e conversas pelo Windows.

O que será apresentado, segundo o XDA, é praticamente o que já foi revelado na versão que vazou na web na última semana. Como o novo menu Iniciar, os widgets, as configurações de área de trabalho virtual, dentre outros. Algo que deve aparecer logo de cara, é a nova interface do menu de configurações, apresentada no evento virtual da Microsoft.

Quando vou receber o Windows 11?

Máquinas que atenderem aos requisitos mínimos do sistema vão receber a atualização gratuita para o Windows 11 através do Windows Update. Entretanto, a Microsoft ainda não informou quando a versão estável do sistema será lançada. Segundo a empresa, o sucessor do Windows 10 será liberado para todos “ainda neste ano”.

Também não ficou claro quando será liberada a primeira versão ‘Preview‘ do Windows 11. Se não houver problemas, a novidade deve ser lançada na próxima quarta-feira (30) para os participantes do programa Windows Insider cadastrados no canal de desenvolvedores (canal Dev).

Fonte: Olhar Digital

Comentários

MAIS NO TH