Tecnologia

25 de abril de 2021 15:40

Elon Musk confirma meta de levar astronautas à Lua em 2024

É um prazo ambicioso e até Steve Jurczyk, administrador interino da Nasa, já admitiu que o cronograma poderia ser adiado

↑ (Imagem: Reprodução)

A SpaceX lançou os quatro astronautas da missão Crew-2 à Estação Espacial Internacional (ISS) na manhã de sexta-feira (23), sob o contrato com o Programa de Tripulação Comercial da Nasa. Agora, o CEO da empresa, Elon Musk, diz que tem planos ainda mais ambiciosos.

O objetivo do Programa Artemis, da agência espacial norte-americana, é levar humanos de volta à superfície da Lua em 2024. É um prazo ambicioso e até Steve Jurczyk, administrador interino da Nasa, já admitiu que o cronograma poderia ser adiado.

Entretanto, não é o que pensa o bilionário Elon Musk. Para o empresário, a meta é perfeitamente razoável. “Acho que vai acontecer. Acho que 2024 parece provável”, disse em entrevista coletiva após o lançamento bem-sucedido da missão Crew-2. O CEO da SpaceX, aliás, foi além e demonstrou ainda mais otimismo. “Vamos mirar mais cedo do que isso”, acrescentou.

Musk inicia contagem regressiva

Mas como Musk pode ter tanta certeza de que é possível levar astronautas à Lua em um prazo tão curto? Segundo ele, a explicação é simples: o CEO da SpaceX acha que Starship – uma combinação gigante e reutilizável de foguetes e espaçonaves – poderá fazer voos tripulados regulares a partir de 2023.

Para isso, porém, ainda serão necessários alguns ajustes. “Tenho trabalho a fazer, mas está progredindo rapidamente. Precisamos ter certeza de que estamos acelerando a taxa de inovação e, então, pode estar pronto em alguns anos”, afirmou.

Com seu humor habitual, o bilionário ainda falou sobre os testes. “Estamos construindo muitos foguetes e provavelmente [iremos] destruir muitos deles, mas acho que isso vai acontecer”, brincou.

Postos permanentes na Lua e em Marte

Sabe-se que levar astronautas para a Lua não é o único objetivo de Elon Musk. O empresário tem um desejo antigo de fazer com que humanos cheguem à Marte.

Na mesma entrevista coletiva, o CEO da SpaceX falou em sobre a importância de estabelecer postos avançados permanentes ou pelo menos de longo prazo na superfície lunar e no planeta vermelho.

“Não queremos ser uma dessas espécies de um único planeta, queremos ser uma espécie de vários planetas”, destacou. O empresário completou dizendo que o dinheiro vindo do contrato da SpaceX com a Nasa tornará esse plano muito mais fácil de realizar.

Fonte: Olhar Digital / Texto: Jeniffer Cardoso

Comentários

MAIS NO TH