Tecnologia

2 de janeiro de 2021 11:10

Google some com recurso de fotografia em celulares Pixel

Empresa não explicou motivo da mudança

↑ Sem avisar os usuários, Google remove opção de astrofotografia com lente ultra wide nos Pixel 4 5G e Pixel 5 (Foto: Divulgação / Google)

O Google decidiu desativar secretamente um recurso de fotografia presente nos celulares Google Pixel 5 e Google Pixel 4A 5G. A novidade pegou os usuários de surpresa pois o Google não informou previamente que faria a alteração. Até agora, a função de astrofotografia – para registrar o céu durante a noite – funcionava na câmera ultra wide dos aparelhos. Com a mudança, o recurso passou a agir somente na câmera principal.

Além de não ter avisado sobre a remoção, o Google não deu uma razão para a mudança. É possível que a decisão tenha origem na baixa qualidade das fotos noturnas com a lente ultra wide.

O site Pocket Now identificou um tópico nos fóruns oficiais do Google em que usuários reclamam que, usando a opção astrofotografia com a câmera ultra wide, resulta em imagens granuladas demais e de baixa qualidade.

A lente ultra wide (também conhecida como grande-angular) é aquela que permite ao celular enxergar um campo maior. Ela é útil para fotografar pontos distantes, já que compõe uma panorâmica mais aberta, características essenciais para a foto do céu noturno em que o usuário deseja capturar a maior área possível do céu. No caso dos Pixel afetados, a lente de 107º é acoplada a um sensor de 16 MP, enquanto a principal é mais fechada e usa sensor de 12 MP.

Donos de celulares Pixel que curtem astrofotografia agora terão de se contentar com fotos mais fechadas usando a lente principal do telefone, algo que pode prejudicar composições mais elaboradas.

O site 9to5Google também acredita que a remoção do recurso tenha origem na baixa qualidade de imagem e até observa que quem sentir falta da ferramenta pode desinstalar as atualizações do app de câmera na tentativa de recuperá-la.

A linha Pixel de smartphones é desenvolvida pelo Google como uma vitrine de suas tecnologias e do Android e não é comercializada oficialmente no Brasil.

Fonte: TechTudo / Texto: Filipe Garrett

Comentários

MAIS NO TH