Tecnologia

11 de outubro de 2020 16:32

Pessoas mais autênticas nas redes sociais tendem a ser mais satisfeitas com própria vida

Pesquisadores coletaram dados de mais de 10 mil usuários e estabeleceram um conceito para determinar se as postagens no Facebook correspondiam às suas personalidades e atividades regulares

↑ (Foto: Ilustração)

Pesquisadores da Universidade de Columbia, em Nova York, observaram que pessoas que se expressam de forma “mais autêntica” nas redes sociais tendem a ser mais satisfeitas com a vida.

Foram observados dados de 10.560 usuários do Facebook coletados entre os anos de 2007 e 2012. Os participantes descreveram durante esse período suas personalidades e relatavam o nível de satisfação com a vida.

Para definir o quão “autêntico” era o usuário, os pesquisadores cruzavam esses dados com as características das curtidas e publicações de cada usuário e a linguagem usada.

Os traços de personalidade eram definidos a partir de itens como abertura a novas experiências, cuidado na execução das tarefas, extroversão, amabilidade e neuroticismo).

O estudo encontrou um nível de satisfação maior com a vida nas pessoas que fizeram postagens que representavam mais fielmente os traços de personalidade, ou seja que eram “mais autênticas”.

Resultados por manipulação

Em um segundo estudo, que serviu para dar base à ideia de que ser “autêntico” leva a um nível de bem estar maior, 90 voluntários fizeram postagens em que foram “autênticos” durante uma semana e depois fizeram posts em que se apresentavam de forma idealizada. Foi encontrado maior índice de satisfação na semana em que foram mais sinceros nos posts.

A pesquisa não analisou se estar fora das redes sociais traz mais benefícios mentais do que postar mais de forma “autêntica”.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH