Tecnologia

11 de dezembro de 2019 17:22

Microsoft dará avisos em tela cheia sobre fim do suporte ao Windows 7

Windows 7 deixará de receber suporte da Microsoft em janeiro de 2020

↑ Windows 7 (Foto: Reprodução)

14 de janeiro de 2020. Essa é a data escolhida pela Microsoft para encerrar o suporte ao Windows 7. A empresa vem há algum tempo avisando sobre a decisão e, em breve, vai ser mais enfática: alertas sobre o fim do suporte começarão a aparecer em tela cheia para o usuário.

Para ser exato, os avisos “gritantes” começarão a surgir em 15 de janeiro, um dia após o término do suporte. Se você acha que o objetivo é despertar um senso de urgência, acertou: a Microsoft recomenda veementemente a atualização para o Windows 10 porque, com o fim da vida útil do Windows 7, não haverá mais atualizações de segurança para o sistema, situação que pode deixar o computador mais vulnerável a malwares.

Apesar do ar de medida drástica, o aviso em tela cheia não impedirá o uso do sistema operacional. O usuário poderá descartar a mensagem pedindo para ser avisado novamente mais tarde, marcando a opção de não ser mais lembrado a respeito ou visitando o link que dá mais detalhes sobre o assunto.

É provável que um número grande de usuários veja o tal aviso. Estimativas recentes apontam que o Windows 7 ainda está presente em 27% dos computadores que ficam online. A versão é tão popular que o Windows 10 só pôde ultrapassar o Windows 7 no início deste ano, quando chegou a quase 40% de participação.

Para quem considera migrar para a versão mais atual, boa notícia: pelo menos até agora, a Microsoft tem permitido o upgrade do Windows 7 para o Windows 10 sem cobrança.

Fonte: Tecnoblog / Texto: Emerson ALecrim

Comentários

MAIS NO TH