Tecnologia

2 de dezembro de 2019 15:34

Fazendeiros russos testam realidade virtual em vacas

Pesquisadores querem melhorar a qualidade do leite produzido usando óculos de realidade virtual nos animais

↑ Vacas da Rússia usam óculos de realidade virtual em estudo para melhorar qualidade do leite (Foto: Reprodução / Ministério da Agricultura e Alimentação da Região de Moscou)

Fazendeiros da cidade de Krasnogorsk, região próxima a Moscou, na Rússia, produziram um teste em que foram colocados óculos de realidade virtual nas vacas. Pelo equipamento, os animais assistiam a grandes pastos verdes de verão, muito diferentes das fazendas em que habitam. O objetivo é melhorar a qualidade do leite produzido pelo rebanho, já que, de acordo com pesquisadores, o estado emocional dos animais tem um papel fundamental no processo de produção.

O experimento foi realizado com a ajuda de desenvolvedores e veterinários, que usaram estudos sobre a forma como o gado enxerga para criar um software que reproduzisse um grande campo verde, ressaltando as cores absorvidas pela visão dos animais. Os óculos também foram adaptados levando em consideração a estrutura da cabeça das vacas.

Entre as raças que participaram da pesquisa, está o Holstein-Frísia, conhecido como Gado Holandês. Em um primeiro momento, o teste teria reduzido a ansiedade das vacas e aumentado o humor emocional do rebanho. Segundo os pesquisadores, caso o experimento apresente mais resultados positivos, há planos para um estudo mais profundo sobre a experiência, ainda utilizando a realidade virtual.

Para a realização do estudo, foram levadas em consideração entrevistas com especialistas da Universidade Wageningen, na Holanda, e da Rural College, na Escócia, que afirmaram que o bem-estar do gado leiteiro tem um impacto significativo na quantidade e na qualidade do leite produzido.

A tecnologia desenvolvida a partir dos estudos poderá ser usada, no futuro, em fazendas onde não há pastos verdejantes disponíveis ou onde técnicas de relaxamento já existentes, como a reprodução de músicas clássicas, por exemplo, não são eficazes.

Fonte: TechTudo / Texto: Rodrigo Fernandes

Comentários

MAIS NO TH