Tecnologia

29 de agosto de 2019 16:49

Em voos nacionais, Anac recomenda a proibição do MacBook Pro de 15″

Modelos de computadores afetados são os fabricados entre 2015 e 2017

↑ MacBook Pro de 15″ (Foto: Reprodução)

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) emitiu um alerta para companhias aéreas brasileiras restringirem a entrada do MacBook Pro de 15 polegadas em aviões comerciais. A restrição já está em vigor em alguns países, graças aos problemas de superaquecimento que o notebook apresentou em alguns modelos.

Na nota, a agência orienta que os passageiros evitem levar o MacBook Pro de 15 polegadas até mesmo na bagagem de mão, que não é despachada e segue com o viajante na cabine da aeronave. Os modelos acometidos com o problema são os fabricados entre setembro de 2015 e fevereiro de 2017. A preocupação acontece por problemas de aquecimento descontrolado das baterias internas, que traz lembranças desagradáveis do que aconteceu com o Galaxy Note 7.

“Reforçando as medidas de segurança adotadas pelas principais autoridades de aviação civil do mundo, a ANAC encaminhou nesta semana recomendação às companhias aéreas do país quanto à proibição do transporte do MacBook Pro de 15 polegadas,” diz a nota. O objetivo desta parte é de fazer com que as empresas que operam no Brasil proíbam a entrada do computador em suas aeronaves, como regra na hora do check-in.

Agências de aviação dos Estados Unidos (FAA) e da Europa (EASA) já implementaram a mesma proibição, com ressalva para que o passageiro possa viajar com o computador na cabine – desde que ele permaneça desligado e fora da tomada que está presente em assentos das aeronaves.

A Apple já reconheceu a falha e iniciou um programa mundial de recall para troca das baterias. Se você tem um MacBook de 15 polegadas, basta entrar neste link e seguir as instruções para prosseguir com o processo de substituição do componente.

Fonte: Tecnoblog / Texto: André Fogaça

Comentários

MAIS NO TH