Tecnologia

12 de julho de 2019 15:15

Google confirma que funcionários possuem acesso a gravações do Google Home

De acordo com site de notícias, mais de mil arquivos de áudio teriam sido vazados; Google afirma que já está tomando as devidas providências

↑ Google Home promete oferecer uma experiência completa de uma assistente virtual (Foto: Divulgação / Google)

O Google admitiu, nesta quinta-feira (11), que possui acesso a gravações obtidas pelo Google Home. A confirmação veio após o site belga VRT NWS informar que mais de mil arquivos contendo conversas com o Google Assistente foram vazados ilegalmente por alguns funcionários da empresa.

De acordo com o Google, um pequeno grupo de especialistas em idiomas analisam algumas gravações feitas pelos usuários a fim de melhorar, futuramente, a tecnologia de reconhecimento de voz. Segundo a empresa, o vazamento dessas gravações teria acontecido por um desses especialistas.

A Google conta ainda que esses especialistas revisam apenas 0,2% de todos os arquivos de áudio, e que a seleção é feita aleatoriamente, sem identificação de qual usuário a voz pertence. Além disso, segundo o comunicado, os especialistas são orientados a não analisarem conversas de fundo e demais ruídos nas gravações. Essas análises são utilizadas para desenvolver o sistema de inteligência artificial do Google Assistente, que é usado no Google Home e nos smartphones Android.

Entre os possíveis vazamentos estariam conversas pessoais, telefonemas profissionais, interações familiares e outras informações confidenciais, tudo gravado sem mesmo acionar a assistente por meio do comando padrão “Ok, Google”.

“Acabamos de saber que um desses especialistas em linguagem violou nossas políticas de segurança de dados vazando dados de áudio holandeses confidenciais. Nossas equipes de Segurança e Privacidade foram ativadas nesta questão, estão investigando e tomaremos providências. Estamos realizando uma revisão completa de nossa segurança neste espaço para evitar que erros de conduta como esse ocorram novamente”, disse o gerente de produto David Monsees, por meio do blog oficial da Google.

Sobre o dispositivo, o Google Home permite que o usuário ouça música, fique por dentro da previsão do tempo, acompanhe o trânsito, acenda as luzes e gerencie as atividades de casa por meio de comandos de voz. O aparelho foi lançado em 2016, nos Estados Unidos, e custa oficialmente US$ 69, cerca de R$ 259 em conversão direta, sem impostos. Vale lembrar que a assistente não está à venda no Brasil.

Fonte: TechTudo / Texto: Victor Toledo

Comentários

MAIS NO TH