Tecnologia

8 de junho de 2019 16:41

Google diz que bloqueio dos Estados Unidos à Huawei ameaça segurança nacional

Para a empresa, fabricante chinesa terá de oferecer versão mais vulnerável do Android por conta do bloqueio

↑ (Foto: Ilustração)

O Google está tentando convencer o governo americano de que o bloqueio sobre a Huawei pode colocar a segurança dos Estados Unidos em risco. Segundo fontes do Financial Times, o argumento se baseia na vulnerabilidade do sistema que a chinesa precisará adotar em seus aparelhos.

Para o Google, o fato da Huawei ser obrigada a oferecer seu próprio sistema – possivelmente baseado no Android – será prejudicial. Isso porque, ao não ter serviços do Google, a versão não receberia todas as atualizações de segurança e estaria “mais em risco de ser hackeada”.

O sistema da Huawei deixaria de contar com ferramentas como o Google Play Protect, que analisa as ameaças em aplicativos. Ele também precisaria de uma alternativa à Play Store, que certamente seria menos segura.

Apesar do bloqueio comercial, os celulares da fabricante chinesa ainda serão usados para se comunicar com pessoas nos Estados Unidos. E, como estariam mais vulneráveis, eles poderiam ser usados para capturar informações sensíveis.

Para garantir o funcionamento de celulares já existentes, o Google recebeu uma licença temporária que permite oferecer atualizações de software aos aparelhos. A permissão, no entanto, deixará de valer em 19 de agosto.

De acordo com a Bloomberg, a Huawei afirma que, se precisar desenvolver um sistema operacional alternativo, poderá fazer isso “muito rapidamente”. A empresa não informa se ele seria baseado no Android.

O presidente do conselho da Xiaomi, Liang Hua, afirmou esta semana que a empresa ainda não iniciou uma negociação direta com o governo americano para resolver a situação. Por enquanto, a companhia aguarda para saber se os planos do Google evoluem.

Fonte: Tecnoblog / Texto: Victor Hugo Silva

Comentários

MAIS NO TH