Tecnologia

4 de dezembro de 2018 15:12

Rede social Tumblr decide banir conteúdo pornográfico em breve

Nova política de uso da rede social ocorre após aplicativo ter sido removido da App Store

↑ Tumblr banirá conteúdo sexual explícito e nudez na plataforma (Foto: Reprodução / Tumblr)

O Tumblr anunciou, nesta segunda-feira (3), que proibirá conteúdo sexual explícito e nudez a partir de 17 de dezembro na rede social. A nova política de uso deixará de permitir publicações que contenham fotos, vídeos e GIFs de partes íntimas, além de mamilos femininos e atos sexuais — o que também abrange ilustrações. Já as exceções ficam por conta da nudez em estátuas clássicas e protestos políticos, além do erotismo na escrita. Também será liberado desenhos e arte explícitos sem retratar atos sexuais — como amamentação e pós-parto.

A mudança nas diretrizes do Tumblr ocorreu após o aplicativo ser banido da App Store desde o dia 16 de novembro. A Apple removeu a rede social da sua loja de downloads pelo motivo de ter sido supostamente publicado conteúdo pornográfico infantil na plataforma. Até o momento, o app continua indisponível para os usuários do iPhone (iOS) e ainda não há previsão do aplicativo retornar a loja da Apple. Enquanto isso, o Tumblr pode ser baixado e acessado em celulares Android normalmente.

Entenda as mudanças

O Tumblr passará a usar algoritmos para monitorar as publicações que envolvam conteúdo sexual explícito e nudez na rede social a partir de 17 de dezembro. Em um primeiro momento, os usuários serão notificados por e-mail que o material inadequado será banido para outras pessoas em breve. O dono do blog poderá apelar da decisão.

Caso o publicador não respeite as novas diretrizes da rede social, a privacidade do post ficará privada. Ou seja, os donos continuarão a ver as suas publicações, mas outros usuários não poderão mais acessar ou compartilhar o conteúdo. Antes que as novas políticas de uso comecem a valer, os usuários podem salvar as suas postagens.

Desde os últimos meses, o Tumblr vem intensificando a remoção de conteúdo inapropriado. Em agosto, a rede social começou a proibir pornografia de vingança, discurso que estimula o ódio e posts de tiroteios em escolas. O CEO da Oath, subsidiária da Verizon, Jeff O’Onofrio destacou a nova imagem que deseja para a plataforma: “Não há escassez de sites na Internet que apresentem conteúdo adulto. Vamos deixar isso para eles e concentrar nossos esforços na criação do ambiente mais acolhedor possível para a nossa comunidade”.

Fonte: Tech Tudo / Texto: Carolina Ribeiro

Comentários

MAIS NO TH