Saúde

23 de junho de 2021 11:24

Saiba como combater o envelhecimento da pele com ácido hialurônico

Limpeza diária, alimentação e atividade física ajudam na produção natural de ácido hialurônico, o novo queridinho da indústria cosmética

↑ Foto: Reprodução

O dermocosmético ácido hialurônico é a “nova sensação” do mercado, usado por homens e mulheres como fonte de rejuvenescimento. O produto é reconhecido no mundo pelos inúmeros benefícios à pele, repondo os nutrientes necessários para manter um rosto bonito e saudável. Muitas pessoas ainda têm dúvidas de como ter acesso à substância, mas, atualmente, ela pode ser encontrada em produtos de beleza diversos, destinados à pele, unhas e cabelos.

A diminuição da produção natural de ácido hialurônico, que ocorre a partir dos 18 e se agrava aos 30 anos de idade, afeta diretamente a pele e ocasiona o aparecimento das rugas, da flacidez e a perda do viço. Repor esse ativo é fundamental e deve ser feito assim que os primeiros sinais de envelhecimento surgirem, utilizando dermocosméticos. A dermatologista e professora do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL), Simone Aragão, cita os benefícios que o produto traz para a pele.

“O ácido hialurônico é muito recomendado por ser um ativo que possui propriedades hidratantes e estimulantes de colágeno. Seu uso ajuda a preencher os espaços entre as células, mantendo a elasticidade e a maciez, além de reter o líquido e deixar a pele firme e lisa. O tratamento pode ser feito por medicamentos tópicos, injetáveis e orais, o melhor método vai depender de uma análise técnica do tipo de pele, mas normalmente o produto não tem contraindicação”, assegura.

O produto tópico pode ser usado por qualquer pessoa, inclusive por mulheres em plena gestação. O método injetável é o mais procurado, por sua rapidez e eficiência durante o tratamento. O resultado é melhor, mas algumas restrições devem ser obedecidas antes de iniciar o procedimento, sendo contraindicado em pessoas com infecção ativa, grávidas e lactantes. A aplicação do produto deve ser feita apenas por profissionais capacitados, nas clínicas médicas ou em centros de estética certificados.

Cosméticos com composição hialurônica

Apesar do susto ao encontrar o nome “ácido” na composição dos produtos de beleza, o ácido hialurônico está presente em diversos tipos de cosméticos para o rosto, cabelos e até para as unhas, como máscaras faciais, protetores solar e labial, cremes, shampoos e esmaltes.

De acordo com Simone Aragão, ele traz benefícios para o cabelo, mas, por não atuar na raiz, o resultado é diferente de quando usado na pele. “A substância age melhorando o frizz e retirando as pontas duplas, deixando as madeixas saudáveis novamente. É usado também nas unhas para conter o aspecto amarelado e quebradiço, e sua aplicação aumenta a resistência, melhora a tonalidade e uniformidade”, revela.

Mas o ácido hialurônico não é encontrado apenas em produtos industrializados. Uma rotina de cuidados diários contribui para aumentar a produção desse ácido e ainda prevenir a queda de sua quantidade na pele, orienta a dermatologista. “Promover limpeza e remover a oleosidade estimula a renovação da pele e, por isso, deve ser feita duas vezes ao dia: ao acordar e antes de dormir, utilizando um sabonete específico para o tipo de pele”, ressalta.

Além disso, outras dicas bastante conhecidas do público também valem para isso: alimentação balanceada, atividade física, uso do protetor solar, e também evitar hábitos como o tabagismo e a alta ingestão de açúcar.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH