Saúde

5 de março de 2021 14:37

Campanha alerta para prevenção e diagnóstico precoce do câncer colorretal

Estimativa é que o Brasil registre mais de 40 mil novos casos da doença para cada ano do triênio 2020/2022

↑ Foto: Assessoria

O câncer colorretal, também conhecido como câncer do intestino grosso, é um dos tipos de tumores que mais atingem os brasileiros. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa é que, para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados mais de 40 mil novos casos da doença no país.

Com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce desse tipo de tumor, o mês de março recebe a campanha Março Azul-Marinho, capitaneada pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (Sobed), Associação Médica Brasileira (AMB), Conselho Federal de Medicina (CFM) e mais nove sociedades de especialidades médicas.

Diagnóstico precoce aumenta chances de cura

De uma maneira geral, o câncer colorretal está relacionado ao aparecimento de tumores que se iniciam em uma parte do intestino grosso chamada de cólon, e também no reto. Dr. Ricardo Tavares, médico proctologista, explica que, se diagnosticado precocemente, a doença tem 90% de chances de cura.

“Por isso, é muito importante estar atento aos sintomas. O exame de detecção de pólipos e prevenção padrão ouro é a colonoscopia, que deve ser realizada a partir dos 50 anos de idade, em homens e mulheres.”, afirma.

O teste avalia a mucosa e também é capaz de identificar outras alterações como colite, varizes e doença diverticular. Os sinais mais frequentes do câncer de intestino incluem diarreia, constipação, cólica ou sensação de inchaço abdominal, além de perda de peso sem motivo específico, náuseas, vômitos e presença de sangue nas fezes.

Hábitos saudáveis ajudam a prevenir Câncer Colorretal

Dr. Ricardo Tavares afirma que a adoção de hábitos saudáveis de vida é a melhor forma de prevenir o câncer colorretal.

“Uma alimentação rica em fibras, especialmente frutas, verduras e legumes, é extremamente importante para diminuir as chances de ter a doença. Dietas ricas em carnes e gorduras devem ser evitadas, assim como o consumo excessivo de tabaco e álcool”, informa.

O médico também ressalta ser essencial a prática de atividades físicas de maneira regular e, consequentemente, o controle do peso. “Cuidar de si é um ato de amor. Previna-se!”, finaliza o especialista.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH