Saúde

18 de janeiro de 2021 17:59

Distribuição da CoronaVac e imunização começa nesta terça-feira (19) em AL

Primeiro lote da vacina chega ao estado às 20h50 desta segunda; nesta etapa mais de 40 mil alagoanos devem ser imunizados

↑ Governador Renan Filho anunciou transferência dos pacientes esta noite (20) (Foto: Edilson Omena)

O primeiro lote da vacina CoronaVac produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa SinoVac que tem taxa de eficácia mínima de 78%, deve chegar em Alagoas na noite desta segunda-feira (18). Em entrevista coletiva concedida agora a pouco, no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, o governador Renan Filho e o secretário de Saúde do Estado, Alexandre Ayres falaram da logística de envio do imunizante para as cidades alagoanas.

De acordo com o governador Renan Filho, a logística de distribuição aos municípios será feito por via terrestre e a aérea. “Vamos utilizar uma logística de transporte terrestre – via carros e também aérea. Amanhã mesmo saíram da sede do Hospital Metropolitano helicópteros com algumas doses da vacina para o interior e assim darmos celeridade nesse processo’’.

O governador conta que o secretário de Segurança Pública do Estado, Alfredo Gaspar e o de saúde, Alexandre Ayres vão apresentar toda a logística de distribuição das vacinas ainda nesta segunda-feira (18).

Renan Filho disse também que a logística utilizada por Alagoas é diferente de outros estados que pretendem iniciar a imunização nas suas capitais. “Foi uma opção do estado. Alguns optaram por não mandar para algumas cidades nesse momento, mas nós decidimos enviar para todas para não deixar nenhuma localidade com vazios assistenciais. A meta é imunizar o público alvo’’, ressalta.

Nesse primeira leva o estado receberá cerca de 70.080 doses da vacina. O governador lembra que a orientação para os prefeitos é vacinar o público alvo de forma rápida. “Serão vacinados, inicialmente, os profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao novo coronavírus (Covid-19) em Alagoas, indígenas aldeados e pessoas com mais de 75 anos de idade.

Vale lembrar que o plano de vacinação para os indígenas segue o cronograma do Ministério da Saúde (MS). Ou seja, das 70 mil doses, a cada alagoano a ser vacinado teremos de destinar duas doses do imunizante, o que significa que teremos condições de vacinar 35.040 pessoas nesta etapa. Com os índios alagoanos vamos vacinar mais ou menos 42 mil pessoas’’, comemora.

Cada município receberá doses em pares
Além disso, o secretário de saúde lembrou que as doses que serão enviadas para as cidades vão em pares. “Cada pessoa precisa de duas doses para serem imunizadas. Como o governador não falou, não pode aplicar uma dose e não aplicar a outra. Então, as prefeituras devem guardar a segunda dose para imunizar quem já tomou a primeira para que o cidadão tenha a eficiência máxima da vacina’’.

Mesmo com a vacinação, Renan Filho orienta que a população continue obedecendo os decretos e seguindo as normas. “As medidas de distanciamento, higiene pessoal e uso de máscara para colaborar com a administração da saúde. Uma vez que a vacinação não virá nesse fim de semana esse mês para todos. É um processo e o cidadão deve colaborar. Ainda não dá para fazer tudo mesmo os que forem imunizados devem manter com o protocolo de segurança contra a Covid-19’’.

Alexandre Ayres lembrou das dificuldades enfrentadas ao longo dos últimos meses por conta da pandemia e ressaltou as ações de políticas públicas voltadas para o enfrentamento da doença.

‘’Esse é o compromisso inicial, o quanto antes, recebamos novos lotes das vacinas para dar sequência a imunização do cidadão alagoano. A vacina iria chegar hoje às 16h30, mas por conta do grande número de voos vai atrasar um pouco e deve chegar as 20h50 aqui em Alagoas ainda de hoje. E amanhã (19), ás 8h iremos vacinar a primeira pessoa que é uma mulher. A imunização será no Hospital Metropolitano’’, lembra Ayres.

Fonte: Lucas França

Comentários

MAIS NO TH