Saúde

17 de abril de 2020 14:48

Hospital Metropolitano terá 30 leitos de UTI e 130 clínicos para casos de Covid-19

Maior equipamento público de saúde do Estado será inaugurado no dia 15 de maio com atendimento exclusivo para pacientes infectados com coronavírus

↑ Equipamento terá capacidade para realizar 10.300 atendimentos mensais (Foto: Márcio Ferreira / Agência Alagoas)

O governador Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, visitaram, na manhã desta sexta-feira (17), as obras do Hospital Metropolitano, localizado no Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió. O equipamento está em fase final de construção e será entregue no dia 15 de maio de forma antecipada para o enfrentamento da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O Hospital Metropolitano contará com 160 leitos destinados, exclusivamente durante a pandemia, para o tratamento de pacientes acometidos pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Desse total, 130 serão leitos clínicos (retaguarda) e 30 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

“Graças a Deus nós chegamos, neste momento da pandemia, com o Hospital Metropolitano praticamente pronto. Antecipamos a entrega da obra e vamos transformá-lo num centro exclusivo para o tratamento dos casos de Covid-19, no início da sua atuação. O Estado estará, sem dúvida, mais estruturado para atender o nosso povo e salvar vidas”, afirmou Renan Filho.
Com investimento de R$ 80 milhões em recursos próprios, o Metropolitano possui seis pavimentos e 15 alas. O equipamento terá capacidade para realizar 10.300 atendimentos mensais, beneficiando, sobretudo, moradores da parte alta de Maceió e da região metropolitana.

Regionais

Ainda em decorrência da pandemia, o Governo do Estado vai antecipar, também, a entrega dos hospitais regionais.

“Nós estamos antecipando todas as obras. A expectativa é de que, até o mês junho, a gente consiga entregar o Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo, e depois o Regional da Mata, em União dos Palmares”, revelou Renan Filho.

Para o secretário de Estado da Saúde, o momento é de centralizar todos os esforços e investimentos no combate ao coronavírus.

“Serão novos leitos para atender os pacientes que estejam infectados com a Covid-19. Todas as unidades da rede estadual contam com os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Enviamos aos 102 municípios alagoanos mais de 13 mil testes rápidos destinados à realização das testagens na população, além de disponibilizar leitos de UTI e clínicos nos hospitais do Estado e contratualizados”, informou Alexandre Ayres.

Fonte: Agência Alagoas / Texto: Severino Carvalho

Comentários

MAIS NO TH