Saúde

23 de janeiro de 2020 09:12

Dor de cabeça constante e desconforto no ouvido podem ser sinal de DTM

Pouco conhecida, disfunção da articulação temporomandibular atinge até 2 milhões de pessoas no Brasil

↑ Foto: Ilustração/Divulgação

Muitas pessoas sofrem de cefaleias constantes e fazem uso da automedicação, sem resultados satisfatórios no alívio da dor. Esses sintomas são considerados como os principais da DTM, causada pelo estresse e pela tensão da musculatura da mandíbula, que normalmente ocorre em função do hábito involuntário de ranger ou apertar os dentes.

Responsável por ligar a mandíbula ao crânio, a Articulação Temporal Mandibular (ATM), os músculos da mastigação e estruturas associadas podem sofrer desgaste e provocar dores, dificuldade de mastigação, estalos e travamentos, trazendo complicações e muitas dores.

Especialista no assunto e mestre em DTM, a cirurgiã-dentista Dra. Katharina Jucá adverte sobre o grau da disfunção e o tratamento adequado: “cada caso tem sua especificidade, precisando da avaliação do cirurgião-dentista especializado. Os tratamentos mais comuns são exercícios terapêuticos, aplicação de laser, agulhamento a seco, acupuntura, toxina botulínica e confecção de placas miorrelaxantes para uso noturno”, explica.

A investigação da sintomatologia e o tratamento correto devolvem ao paciente qualidade de vida bem-estar.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH