Saúde

6 de novembro de 2019 19:09

Hapvida inicia ações de combate ao câncer de próstata

Equipes de mobilizadores e agentes de conscientização percorreram as cincos concessionárias de vendas, que atuam exclusivamente com a operadora

↑ Divulgação

Começaram nesta quarta-feira (6) as ações do Hapvida Maceió alusivas ao Novembro Azul. Visando orientar e alertar os homens sobre a importância da prevenção câncer de próstata, a operadora de saúde segue com uma vasta programação na cidade durante todo o mês.

A primeira atividade ocorreu na manhã desta quarta-feira com foco nos corretores de saúde habilitadas em comercializar o Plano Hapvida. As equipes de mobilizadores e agentes de conscientização percorreram as cincos concessionárias de vendas, que atuam exclusivamente com a operadora.

Durante a ação, o Hapvida levou um enfermeiro para tirar dúvidas sobre a doença, entregou panfletos informativos e lacinho azul simbolizando o alerta para a prevenção do câncer de próstata.

Dentro da programação, nesta quinta-feira (07), as equipes de conscientização estarão no semáforo da Praça do Centenário, sentido Centro, das 8h às 12h. Haverá distribuição de panfletos, repasse de mensagens educativas e animação com os mascotes do Hapvida: a Abelhinha e o Castor.

As atividade seguem até o final deste mês, com ações previstas para os dias 21, 23 e 23 de novembro. Os locais das ações nestas datas ainda estão sendo definidos.

Câncer de próstata

Dados do Ministério da Saúde mostram que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele e estima-se que surjam 66,12 novos casos a cada 100 mil homens. A doença é a segunda causa de morte em homens brasileiros, com mais de 14 mil óbitos.

A próstata é uma glândula que só o homem possui e fica localizada na parte baixa do abdômen. Ela é responsável por parte da produção do sêmen, líquido que contém os espermatozoides, liberado durante a relação sexual. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 75% dos casos da doença, no mundo, ocorrem a partir dos 65 anos.

A orientação é que ao surgimento de qualquer sinais ou sintomas como dificuldade de urinar, presença de sangue na urina, demora em começar e terminar de urinar, diminuição do jato e necessidade de fazer xixi mais que o normal durante o dia ou no período da noite, o paciente procure um urologista imediatamente. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de cura.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH