Saúde

12 de agosto de 2019 12:33

Rinite e sinusite podem piorar no Inverno

Mudança climática e proliferação de micro-organismos aumentam a predisposição dessas doenças

Em Alagoas, o inverno costuma ser marcado pelo aumento na frequência de chuvas e uma leve redução na temperatura. É o chamado “inverno chuvoso”, úmido. Essa combinação complica a vida de quem sofre com problemas como rinite e sinusite. Essas doenças de nomes tão parecidos, muitas vezes são até confundidas, mas o otorrinolaringologista Gabriel Figueiredo, do Hapvida, diz que elas são bem diferentes.

“A rinite é uma inflamação localizada na mucosa da cavidade nasal, o próprio nariz. A sinusite acontece quando essa inflamação da mucosa já atinge as cavidades nasais, os seios paranasais: regiões laterais, superior e posterior à cavidade nasal. Ela é uma consequência da rinite ou de uma gripe”, explica.

Sintomas

O especialista esclarece que os principais sintomas da rinite são o prurido nasal, a coriza e os espirros associados à congestão nasal. Já a sinusite pode apresentar os sintomas da rinite, associados a dor em peso na face, dor de cabeça, tosse noturna, secreção nasal e, às vezes diminuição, do olfato.

O otorrino indica que as pessoas com esses tipos de sintomas procurem o profissional para diagnóstico e tratamento correto. E como no período chuvoso os micro-organismos que provocam alergias e até a gripe se proliferam, saber qual é problema é algo fundamental para o tratamento.

Tratamento

“Tanto a rinite quanto a sinusite podem ser agudas ou crônicas. Normalmente não há cura específica, mas o tratamento pode estabilizar a doença e melhorar a qualidade de vida dos pacientes”, esclarece.

O médico destaca que alguns cuidados preventivos podem evitar o agravamento dos sintomas. Segundo ele é fundamental evitar ambientes com pó, poeira, fumaça e mofo, por exemplo. A limpeza de equipamentos como ar condicionado e ventilador também são muito importantes.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH