Saúde

31 de julho de 2019 17:03

Sesau promove série de palestras sobre violência doméstica contra mulheres

Iniciativa acontece durante todo o mês de agosto para sensibilizar a sociedade sobre o tema

↑ Palestras sobre violência doméstica irão ocorrer durante o mês de agosto (Foto: Carla Cleto / Ascom Sesau)

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) preparou uma série de palestras para serem proferidas durante o mês de agosto, dedicado ao combate à violência doméstica contra as mulheres. As ações irão ocorrer durante as atividades alusivas ao Agosto Lilás, período voltado à sensibilização e conscientização sobre o tema.

O ciclo de palestras será iniciado nessa sexta-feira (2) em Marechal Deodoro, seguido de União dos Palmares, no dia 5; Campo Alegre, dia 12; Quebrangulo, dia 13; Porto Calvo, dia 16; Junqueiro, dia 21; Atalaia, dia 28; e Girau do Ponciano, no dia 30.

A Sesau participará ainda de eventos relacionados ao tema, promovidos pelo Ministério Público de Alagoas (MP/AL), Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL).

Segundo a técnica da Supervisão de Saúde da Mulher da Sesau, Inês Brandão, as palestras terão como público-alvo os profissionais que atuam no Programa Saúde na Escola, agentes comunitários de saúde, coordenadores da Atenção Básica e da Vigilância em Saúde.

“Iremos levar conscientização sobre a questão da violência contra a mulher, que pode ser física, psicológica, patrimonial, moral ou sexual. Por meio desta ação, pretendemos auxiliar as vítimas sobre a identificação do problema e buscar ajuda”, explicou Inês Brandão.

Para a também assessora técnica da Sesau, Diana Rebelo, os encontros irão servir para esclarecer a população sobre as leis que protegem a mulher em casos de agressão. “A Leis Maria da Penha, do Minuto Seguinte e do Feminicídio existem para assegurar à proteção necessária à mulher, para que ela consiga romper o ciclo de violência em que muitas vezes está inserida”, destacou.

Fonte: Ascom Sesau/AL / Texto: Fabiano di Pace

Comentários

MAIS NO TH