Saúde

26 de julho de 2018 16:36

SMS debate prevenção e diagnóstico das Hepatites Virais

Seminário Alagoano e Municipal sobre as Hepatites Virais visa atualizar profissionais

↑ Profissionais também são atualizados sobre o tratamento da doença (Foto: Assessoria)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) participa do Seminário Alagoano e Municipal sobre as Hepatites Virais, que visa debater e atualizar os profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) de Maceió e outros municípios alagoanos sobre o prognóstico, prevenção, tratamento e assistência de hepatites. O evento acontece até às 17h desta quinta-feira (26), no Centro Universitário Tiradentes (Unit).

Para a coordenadora da Gerência de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais, Teresa Carvalho, a formação destes profissionais é importante para garantir o melhor atendimento e encaminhamento dos pacientes.

“É fundamental que os trabalhadores do SUS estejam bem informados para que possam orientar melhor os usuários. Saber diagnosticar, orientar e encaminhar corretamente para os serviços especializados. Esse é o objetivo, fazer um alinhamento com os funcionários da atenção básica”, explicou.

Palestras

Palestram na tarde de hoje (26) a enfermeira Julliana Veras, do Programa Nacional de Imunização (PNI) da SMS, que falará sobre a importância da Profilaxia e Imunização Contra as Hepatites Virais. Em seguida, Samuel Delane, psicólogo e técnico do Programa de Prevenção e Controle das IST/HIV/Aids e da vigilância das Hepatites da SMS, falará sobre a notificação de casos da doença.

O Seminário é voltado para gestores e profissionais Estaduais e Municipais de Saúde, residentes, discentes, docentes e representantes de Instituições de Ensino Superior e Técnico.

O evento foi organizado pelo Programa municipal e estadual de IST/Aids e Hepatites Virais em parceria com os três serviços especializados que tratam as hepatites em Maceió, que são: o Bloco I do PAM Salgadinho, o Hospital Dia do Hospital Universitário (HU) e o Hospital Escola Hélvio Auto (HEHA), além da Central de Transplantes de Alagoas.

Fonte: Assessoria da Secretaria Municipal de Saúde / Texto: Graziela França

Comentários

MAIS NO TH