Saúde

24 de abril de 2018 17:57

Reunião com Sesau discute assistência ao portador de ELA

Autorização automática para tratamento com home care e senso estiveram em pauta

↑ Foto: Reprodução

A Associação Dr. Hemerson Casado Gama esteve reunida hoje (24) com o secretário de Estado da Saúde de Alagoas Christian Teixeira. No encontro foram abordados diversos pleitos, entre eles uma espécie de autorização automática para tratamento com home care dos pacientes de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

“Temos entre 30 e 90 pacientes em Alagoas precisando desse suporte fundamental do Estado. Hoje existem medicamentos que pouco fazem pelo aumento da sobrevida do paciente, então a assistência multidisciplinar perene é o que tem garantido longevidade com o mínimo de qualidade de vida aos portadores”, pontuou o médico Hemerson Casado, presidente da Associação.

De acordo com ele, cada paciente, após o diagnóstico, precisa iniciar uma batalha judicial para tentar conseguir a assistência. “A real diferença na vida do portador pode ser feita por fisioterapeutas, neurologistas, fonoaudiólogos, nutricionistas, enfermeiros e cuidadores trabalhando para manter o neurônio motor vivo”, frisou.

O secretário informou que o pedido enviado previamente pela Associação através de ofício (de número 2000/3748/2018) foi encaminhado à Procuradoria da República e à Defensoria Pública, já que todos os processos precisam seguir trâmites legais, contudo garantiu que está acompanhando de perto sua evolução.

O segundo tópico da reunião foi sobre a disponibilização de auxílio ao paciente de ELA para cobrir despesas com contas de água e energia. A entidade foi orientada a procurar a Secretaria de Estado de Assistência Social devido à natureza do pleito.

Os últimos temas trataram da possibilidade de convênio entre a Associação e a SESAU para assistência aos portadores de ELA e sobre a realização de senso para mapeamento dos pacientes. Christian Teixeira orientou a formação de uma equipe composta por membros das duas entidades para discutir meios de realização dos trabalhos e já designou o médico Paulo Teixeira, Secretário Executivo de Ações de Saúde, como o representante da pasta.

O próximo encontro do grupo deve contar com uma apresentação contendo especialidades, serviços e insumos necessários na assistência ao paciente e com a presença de representantes da Procuradoria da República e da Defensoria Pública.

Marcelino Freitas

Sabedora da atual situação do portador de ELA Marcelino Freitas, que se encontra de alta médica no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto, impedido pelas companhias aéreas de retornar a Maceió em voos comerciais, a Associação solicitou apoio da SESAU para trazê-lo em um UTI aérea.

“Esse comportamento do cartel das companhias aéreas é detestável e desumano”, criticou o médico Hemerson Casado, que tem travado batalhas com as mesmas para, entre outras coisas, cumprir agendas de trabalho e de estudo fora de Alagoas.

Motivação

A reunião, marcada pelo próprio Christian Teixeira, aconteceu na residência do médico Hemerson Casado. “Era um desejo pessoal conhecer o Dr. Hemerson e tratar de assuntos relacionados à luta contra a ELA. Estou saindo deste encontro com uma sensação muito boa. Ele tem o poder de motivar as pessoas. Quem tiver a mesma oportunidade de passar um tempo com ele sairá com muito mais vontade de lutar”, disse o secretário.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH