Saúde

27 de setembro de 2017 18:59

Reunião discute fluxo de atendimento a crianças com microcefalia em Alagoas

Encontro reuniu técnicos, Cosems e Câmara Técnica de Educação e Saúde da Assembleia Legislativa Estadual

O fluxo de atendimento e assistência a crianças que nasceram com microcefalia em Alagoas foi esclarecido pela Secretaria de Estado da Saúde, nesta quarta-feira (27), à Câmara Técnica de Educação e Saúde da Assembleia Legislativa Estadual, representada pela deputada Jô Pereira. A reunião, realizada na Sede da Sesau, teve a participação do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems).

Segundo a assessora técnica da Sesau, Júlia Levino, as reuniões do grupo acontecem periodicamente, sempre norteadas pela evolução da assistência no Estado. “Conseguimos identificar os desafios da área e garantir mais resolutividade e acesso aos exames e tratamentos”, disse a assessora.

Júlia ressaltou que o tratamento e acompanhamento das mães e crianças foi descentralizado, com a estruturação de um centro de referência em Arapiraca, no Hospital Daniel Houly. “Com a descentralização, a população do interior de Alagoas tem acesso a exames e tratamentos especializados sem precisar se deslocar à capital. Isso amplia o conforto e bem-estar dos pacientes, além de auxiliar na demanda de centros como Hospital Geral do Estado”, destacou.

Júlia Levino salientou, ainda, que a Sesau irá realizar a capacitação de cinco pediatras em Arapiraca para o atendimento especializado a essas crianças. “Com trabalho e parceria, o Governo do Estado tem conseguido estar à altura do desafio enfrentado por essa realidade. A Sesau tem investido em prevenção e assistência a essas famílias e vai continuar seu trabalho com seriedade e compromisso”, reforçou a assessora.

Comentários

MAIS NO TH