Saúde

27 de junho de 2017 19:50

Marechal notifica cerca de 200 casos de diarreia por semana, diz Secretaria

Sistema de monitoramento identificou também casos de leptospirose na cidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Deodoro, na região metropolitana de Maceió, afirmou, nesta terça-feira (27), que um grande número de casos de diarreia está sendo notificado na cidade. Os casos apareceram depois que o município sofreu com enchentes provocadas pelas fortes chuvas que atingiram Alagoas nas últimas semanas.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Deodoro, estão sendo notificados cerca de 200 casos de diarreia por semana na cidade. Este número foi constatado na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro de Poeira.

Através de um sistema de monitoramento de doenças implantado no município após as fortes chuvas que atingiram o Estado, foram cadastradas, aproximadamente, quase 500 famílias da cidade. A assessoria do município informa que, após os casos de diarreia serem notificados na UBS de Poeira, eles são direcionados para outras unidades de saúde.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Marechal, o sistema de monitoramento identificou dois casos de leptospirose e outros cinco casos suspeitos, que já foram encaminhados para tratamento.

Leptospirose em Alagoas

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) emitiu, nesta terça-feira, uma nota informando sobre os muitos casos de leptospirose que assolam a população alagoana.

De acordo com a Sesau, já são 76 casos de leptospirose notificados em Alagoas no período de 30 de maio até esta terça (27). Desses 76 casos, 10 pacientes não resistiram aos sintomas da doença e faleceram.

A Sesau afirma que, dos 66 pacientes notificados com leptospirose em Alagoas, 10 casos já foram confirmados e 56 estão em processo de investigação. No município de Atalaia, dois casos da doença foram confirmados e 25 estão em investigação; em Capela, um caso está sendo investigado; em Cajueiro, dois casos; em Maceió, oito casos de leptospirose foram confirmados e 19 estão em investigação; Marechal Deodoro conta com quatro casos em investigação; Palmeira dos Índios tem um caso sendo investigado; e Pilar conta com quatro casos em processo de investigação.

A Secretaria também afirma que cinco pacientes com leptospirose continuam internados nos seguintes hospitais: um está na UTI do Hospital Escola Helvio Auto; um está na UTI do Hospital Memorial Arthur Ramos; no Hospital Vida, um paciente se encontra na enfermaria e outros dois na UTI da unidade hospitalar.

Comentários

MAIS NO TH