Saúde

4 de junho de 2017 12:23

Secretário de saúde realiza vista técnica ao Hospital de Campanha

Estrutura foi montada pelo exército entre as cidades de Marechal Deodoro e Pilar

A assistência aos afetados pelas chuvas das últimas semanas em Alagoas ganhou neste sábado mais um reforço com a estruturação do Hospital de Campanha pelo exército brasileiro.

 A estrutura foi montada na rodovia entre as cidades de Marechal Deodoro e Pilar e recebeu neste sábado uma visita técnica de uma comitiva liderada pelo governador Renan Filho e senador Renan Calheiros.

 Na ocasião o secretário de saúde, Christian Teixeira, ressaltou o apoio e união de diversos órgãos para o enfrentamento desse desafio no Estado. “Apenas com um esforço conjunto o poder público pode agir com a celeridade que o momento exige”, destacou o gestor.

 Christian Teixeira ressaltou que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) não está medindo esforços para que todos os afetados pelas águas recebam o tratamento adequado.

 “Estamos disponibilizando todo o nosso aparato técnico e atuando em parceria com as prefeituras e governo federal para que os alagoanos possam retomar sua rotina de uma forma segura e digna”, enfatizou o secretário.

 O Hospital de Campanha possui 21 leitos e conta com profissionais de saúde das forças armadas preparados para lidar com a situação. De acordo com a oficial médica, Tenente Sonja Barros, o hospital vai servir de apoio aos centros de referência de Alagoas evitando superlotação.

 “Vamos lidar principalmente com doenças de vinculação hídrica diarreia e leptospirose além de casos como desidratação e outros problemas”, explicou a médica.

 A tenente Sonja Barros enfatizou que o local não atenderá a demanda espontânea. “As pessoas devem se dirigir aos postos de saúde de seus municípios e de acordo com a avaliação do profissional de saúde encaminhado para o atendimento no Hospital de Campanha”, destacou a tenente lembrando, ainda, que uma Central de Regulação de Leitos irá organizar o fluxo dos pacientes.

Também presente ao evento a coordenadora do Hemocentro de Alagoas (Hemoal), Verônica Guedes, enfatizou que o órgão está pronto para atender a demanda do Hospital de Campanha. “Nossos profissionais estão a postos e o Hemoal está pronto para atender a demanda nesse momento difícil que atravessamos”, salientou.

 Segundo o secretário Christian Teixeira, a estrutura permanecerá ativa enquanto for necessária. “Existem doenças oportunas que surgem semanas depois de uma situação de enchente, por isso a estrutura do Hospital de Campanha não tem um prazo definido para acabar e permanecerá funcionando pelo tempo que for necessário”, reforçou o secretário.

 

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH