Saúde

26 de dezembro de 2016 11:52

Ações educativas reforçam combate ao mosquito Aedes aegypti em Maceió

Ações realizadas em parceria com a rede pública de ensino na capital superaram todas as expectativas

Direcionadas ao fortalecimento das ações preventivas, as atividades realizadas pela Coordenação de Promoção e Educação em Saúde (Copes) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) consolidaram o trabalho educativo como ferramenta de combate e controle de doenças.

Em especial no que se refere às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue, zika e chikungunya), as ações realizadas em parceria com a rede pública de ensino na capital – num total de pouco mais de 1.000 unidades educacionais – superaram todas as expectativas, mobilizando escolas e comunidades num único objetivo: eliminar o risco da proliferação de focos do mosquito.

Nas escolas, as atividades foram iniciadas em janeiro, com a abordagem de todo conteúdo relacionado à questão realizado em sala de aula por meio do repasse de orientações, palestras e jogos. Com isso, os técnicos da Copes procuram ampliar a visibilidade sobre o problema e estimular crianças, adolescentes e jovens a serem protagonistas na conscientização e mudança de comportamento nas comunidades onde estão inseridos.

Ações na Escola Monte Moriá (Foto: Ascom / SMS)

“Além de levar esclarecimentos acerca da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus, procuramos sensibilizá-los sobre a necessidade de todos assumirem um papel de coparticipação no combate ao mosquito, reforçando a importância dos cuidados preventivos dentro do seu próprio ambiente e na sua comunidade”, afirma a coordenadora da área técnica de Articulação e Mobilização Comunitária da Copes, Adriana Paula Xavier.

Como resultado desse trabalho, as escolas demonstraram todo seu comprometimento e criatividade nas ações da mobilização anual de combate à dengue – o chamado Dia D – realizado no mês de novembro. Gincanas, passeatas pelos bairros, feira de cultura, panfletagens, recolhimento de lixo, confecção de brinquedos com material reciclável, apresentações teatrais e concurso de cartazes fizeram parte da programação dos estudantes, disseminando o aprendizado e os cuidados necessários de forma lúdica e divertida.

Ação educativa em instituições e empresas

Engajada no esforço coletivo do país de intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti, a área técnica de Articulação e Mobilização Comunitária da Copes também ampliou o alcance das informações e orientações recomendados pelo Ministério da Saúde junto a instituições e empresas que adotaram um comportamento preventivo em relação ao mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus.

Entre os locais visitados, estiveram o INSS, a Justiça Federal, o Senai/AL e o Sest/Senat, além das empresas que fazem parte da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi/AL), onde, por meio de palestras e mesas redondas, os funcionários foram capacitados para mobilizar seus colegas de trabalho e vizinhos em relação aos cuidados que previnem a proliferação do mosquito e das doenças transmitidas por ele.

“Apesar de já realizarmos esse trabalho em nossas atividades de rotina, houve um crescimento da demanda devido às inúmeras solicitações enviadas por empresas interessadas em debater a questão com seus colaboradores. Dessa forma, passaram a colocar em prática esse aprendizado, colaborando com o trabalho dos agentes de endemias do município nessa luta, que é de toda a sociedade”, afirma Adriana. Ela lembra que essa parceria possibilitou a intensificação de inspeções de prédios e canteiros de obras.

Fonte: Ascom / SMS

Comentários

MAIS NO TH