Política

4 de dezembro de 2021 17:39

Prefeito de Maceió, JHC lança programa CNH social

Inicialmente, o programa vai ofertar 350 vagas; inscrições iniciam na segunda-feira (6)

↑ (Foto: Edvan Ferreira / Secom Maceió)

O prefeito de Maceió, JHC, lançou, neste sábado (04), o projeto CNH Social, que garante carteira de motorista gratuita para quem mais precisa do Poder Público. Este é mais um projeto inovador e que visa a geração de emprego e renda para os maceioenses. Além disso, o prefeito JHC também assinou projeto de lei que cria o Brota na Grota, mais um instrumento de promoção da inclusão social. O programa CNH Social teve apoio do senador Rodrigo Cunha e do deputado federal Pedro Vilela, que asseguraram emendas para a iniciativa do município.

“Imagine que apenas 7% de quem vive nas grotas tem a carteira de habilitação, que é um passaporte para o emprego. Com a CNH Social, a gente supre essa lacuna e abre caminhos para quem precisa. E vamos bancar todos os custos, o transporte, a alimentação e até os exames médicos”, destacou JHC.

O prefeito disse ainda que a meta é ampliar o programa. “Será um passaporte para o trabalho e, sem dúvidas, um sucesso. Quem vive aqui sofre com a falta desse documento, então, a Prefeitura se preparou e, conforme a formação das turmas, vamos ampliar esse benefício”, garantiu o gestor.

A CNH Social é voltada para os usuários inseridos no Cadastro Único. Com o programa, os interessados poderão optar pelo curso de formação de condutores nas categorias de carro ou moto.

Em Alagoas, o custo total para emissão de uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode chegar a mais de R$1.400, quando somadas todas as taxas cobradas pelo Detran/AL e o valor médio praticado nos Centros de Formação de Condutores e nas autoescolas.

Oportunidade

O projeto vai ofertar, inicialmente, 350 vagas. Uma das interessadas é Cíntia Cristina Soares, que está desempregada e que a CNH será uma ótima oportunidade para aumentar suas chances de conseguir um novo emprego.

“Hoje, eu não teria condições de pagar todas as taxas para tirar a carteira e, agora, vou ter a chance para, espero, ingressar em um novo emprego”, contou.

“Hoje é um dia de alegria, pois nossa cidade nunca teve tantos motivos para celebrar. Essa é uma gestão com muitas ações de inovação e o prefeito JHC, além de ser um grande gestor público, é um grande empreendedor social. A CNH Social foi pensada para os que mais precisam, para os moradores das grotas, que não eram ouvidos. Essa é mais uma vitória da cidade de Maceió”, disse o secretário de Assistência Social, Carlos Jorge.

O senador Rodrigo Cunha disse que o programa vai mudar as vidas de muitas famílias. “Essa iniciativa reflete tudo que também estamos fazendo em Brasília, estimulando o emprego, a renda e a qualidade de vida. Um programa como esse vai mudar muitas histórias”, frisou.

O deputado federal, Pedro Vilela, disse que o programa amplia as chances no mercado de trabalho de quem mais precisa. “A habilitação e no Brasil é muito cara. Esse projeto vem no momento oportuno e necessário, garantindo a habilitação para quem não tem condições. Eu tenho muito orgulho de ser parceiro desse projeto”, disse.

Como participar?

As inscrições para participar da CNH Social, acontecem nos dias 6,7 e 8 de dezembro por meio do link. É necessário ter mais de 18 anos; ser inscrito no CadÚnico com renda per capta de até meio salário mínimo; saber ler e escrever; possuir RG e CPF; comprovar domicílio em Maceió com CEP válido; não estar judicialmente impedido de possuir a CNH; e ter e-mail.

Após a seleção, será disponibilizada no site da Prefeitura a relação de todos os candidatos validados, de acordo com a ordem de inscrição por categoria.

Os selecionados deverão comparecer à sede do Cadastro Único de 13 a 23 de dezembro, no bairro da Serraria, munidos da documentação que comprove as informações prestadas no ato da inscrição.

As aulas iniciam em janeiro e serão ministradas pelo Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte. As aulas práticas e teóricas deverão durar em torno de três meses.

Brota na Grota

O prefeito JHC também assinou o Projeto de Lei Brota na Grota, que será o maior programa de inclusão social de Maceió. O programa levará diversas ações para os moradores das comunidades, dentre serviços de saúde, esporte e lazer e infraestrutura.

Fonte: Secom Maceió / Texto: Sthefane Ferreira e Niviane Rodrigues

Comentários

MAIS NO TH