Política

26 de julho de 2021 18:01

Bolsa Cajueiro: programa municipal de transferência de renda foi lançada nesta segunda

↑ Foto: Assessoria

A Prefeitura de Cajueiro lançou o Bolsa Cajueiro, um programa de transferência de renda que irá beneficiar 500 famílias em situação de vulnerabilidade social do município. O lançamento do programa ocorreu nesta segunda-feira (26), durante uma cerimônia simbólica.

O Bolsa Cajueiro vai garantir um valor de R$ 100 por família beneficiada para ser utilizado dentro do comércio do próprio município, garantindo o complemento da renda a essas famílias e impulsionando o comércio local. Beneficiados do Bolsa Família e do Cartão Cria não serão contempladas com o programa do município.

Mãe solo de três filhos, Andressa Barbosa Alves, 26 anos, também é dependente de programas sociais do Governo Federal. Sem a ajuda do pai das crianças ela não consegue emprego fixo e trabalha com faxina e lavando roupas para complementar a renda familiar.

“Eu dependo do Bolsa Escola e do auxílio emergencial, porque não tenho marido e nem posso trabalhar para não deixar as crianças sozinhas. Trabalho lavando roupa e fazendo faxina, mas não é sempre que aparece. Mesmo assim o dinheiro não é suficiente para sustentar os filhos e pagar as contas de casa”, afirma.

Mesmo sendo beneficiária de programas federais, a pandemia do novo Coronavírus afetou a renda dela, uma vez que as oportunidades de trabalho deixaram de existir. “Muitas vezes tenho que contar com a ajuda da minha mãe, que tem apenas um salário. Ela não consegue cuidar de nossas necessidades. O Bolsa Cajueiro será uma ajuda muito grande. Estou muito feliz, porque eu estava rezando para isso dar certo”, comemora Andressa.

Juniele Martins Silva de Souza, 36 anos, é esposa do pedreiro Cristóvão Jesuíno da Silva. Eles moram numa casa com outras sete pessoas, sendo seis filhos do casal. De acordo com Martim, a pandemia fez com que Cristóvão perdesse oportunidades de trabalho, e o auxílio emergencial, do Governo Federal passou a ser a única renda fixa da família.

“A situação da casa é difícil, a gente vive de aluguel e temos uma dívida de 2 mil reais. Para mim é um prazer ser contemplada pelo Bolsa Cajueiro, porque vai melhorar a condição de vida da gente”, diz Juniele.

O Bolsa Cajueiro é a concretização de um dos compromissos de campanha assumidos pela prefeita Lucila Toledo, que tem o social como a principal marca da sua trajetória política. “Essa pandemia comprometeu a renda de muitas pessoas, a exemplo do Cristóvão e da Andressa. E essa situação fez com que famílias inteiras tivessem que optar por comprar comida ou pagar dívidas, por isso sentimos, ainda na campanha que era necessário que o município fizesse algo pelo seu próprio povo”, recordou a prefeita.

Lucila lembrou também que desde o começo da sua vida pública, a atuação sempre é voltada para melhorar as condições da vida das pessoas a quem serve.

“Foi assim quando fui secretária do governo do ex-governador Geraldo Bulhões, com os conjuntos do programa Mutirão, com a sopa comunitária, foi assim quando fui deputada, com a padaria da mulher, e foi assim quando fui prefeita de Cajueiro pela primeira vez”, lembra.

Ela destacou ainda que a execução de um programa como esse é o fruto de uma articulação política que deverá beneficiar o município com outras iniciativas que já estão sendo planejadas.

“De início o deputado Bruno Toledo já garantiu uma emenda que assegurou recursos para o pagamento da primeira etapa do programa. Além disso, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas [ALE], o deputado Marcelo Victor, assumiu também um compromisso com o povo de Cajueiro e muitas iniciativas deverão ser postas em prática a partir disso”, antecipou a gestora.

Para o deputado Marcelo Victor, o parlamento é parceiro do povo de Alagoas e programas de transferência de renda são essenciais na realidade de cidades como Cajueiro.

“Ações como o Bolsa Cajueiro são fundamentais para fortalecer a rede de proteção social, numa realidade estadual em que ainda convivemos com altos índices de pessoas vitimadas pelas disparidades e excluídas da sociedade. Eis a razão de o Parlamento destinar especial atenção a um tema tão sensível e prioritário ao nosso desenvolvimento”, disse Marcelo Victor.

Já para o autor da emenda que assegurou os recursos utilizados pelo programa, o deputado estadual Bruno Toledo, o recurso deverá ajudar as famílias a reduzir as dificuldades acentuadas por esse período de pandemia.

“Norteio meu mandato na direção de políticas públicas que possam assegurar uma situação de independência e dignidade a cada família do nosso Estado. Enquanto isso não acontece, fico feliz em poder contribuir para atenuar dificuldades e ajudar às famílias em condições de vulnerabilidade, razão pela qual destinei recursos de uma emenda impositiva minha ao um programa Bolsa Cajueiro, que atenderá inicialmente 500 famílias, com um auxílio de R$100,00”, disse o deputado.

As ações municipais não param por aí. A gestão da Prefeita Lucila Toledo já está atuando na pavimentação de ruas, na modernização da iluminação pública e na ampliação dos serviços de saúde do hospital da cidade, que contará com a realização dos exames de ultrassom.

Além disso, outro compromisso de campanha também está em andamento. A construção de um Condomínio Industrial, que já tem um terreno assegurado e segue em busca de recursos para garantir a infraestrutura do local.

Prefeita Lucila Toledo. Foto: Assessoria

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH