Política

10 de maio de 2021 08:03

Codevasf é a estatal usada por Bolsonaro para comprar deputados com recursos do orçamento

Governo desviou R$ 3 bilhões para os parlamentares por meio da compra de tratores em valores superfaturados; esquema é também chamado de "tratoraço"

↑ (Foto: Marcos Corrêa / PR)

O jornalista Breno Pires, do Estado de S. Paulo, revela nesta segunda-feira mais detalhes sobre o “bolsolão”, esquema também conhecido como “tratoraço”. que consiste no desvio de verbas do orçamento federal para a compra de deputados federais. A estatal utilizada no esquema é a Codevasf, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco.

“O esquema de um orçamento secreto montado pelo presidente Jair Bolsonaro para garantir apoio no Congresso atropela a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e posições assumidas por ele na campanha e já no exercício do mandato. Na liberação sigilosa de R$ 3 bilhões para serviços de obras e compras de tratores e máquinas agrícolas indicados por um grupo escolhido a dedo de deputados e senadores, no final do ano passado, o governo atropelou ao menos três exigências da legislação”, informa o jornalista.

“No que tange à LDO de 2020, as autorizações de repasses de recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional deixaram de estabelecer critérios para definição das localidades beneficiadas e não apresentaram indicadores socioeconômicos ao distribuir os recursos. Além disso, não priorizaram a continuidade de obras iniciadas”, prossegue. “Do total de repasses previstos, R$ 271,8 milhões foram destinados à aquisição de máquinas pesadas por preços até 259% acima dos valores da tabela de referência do governo válida para 2021. O esquema ficou conhecido como ‘tratoraço’”.

Fonte: Brasil 247

Comentários

MAIS NO TH