Política

13 de abril de 2021 08:51

Vídeo: Bolsonaro gargalha ao saber que Nunes Marques relatará impeachment de Moraes

Pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes foi apresentado pelo senador Jorge Kajuru, pivô da mais nova polêmica ao divulgar áudio que revela tentativa de interferência de Bolsonaro na CPI da Covid-19

↑ Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Em conversa com apoiadores na noite desta segunda-feira (12), Jair Bolsonaro (sem partido) soltou uma gargalhada ao saber que o ministro Kássio Nunes Marques, indicado por ele ao Supremo Tribunal Federal (STF), será o relator do pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes, seu principal inimigo na corte.

“Caiu com Kássio Nunes?”, diz Bolsonaro, antes de gargalhar, após ser informado por um apoiador na porta do Palácio da Alvorada.

A ação foi apresentada pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), pivô da mais nova polêmica do presidente, que teve uma conversa divulgada em que pede a inclusão de governadores, prefeitos e até ministros da corte na CPI da Covid-19 no Senado, cuja abertura foi determinada por Luís Roberto Barroso, alvo de críticas veladas do presidente na conversa com apoiadores.

“Eu não interfiro em lugar nenhum. Foi clara a decisão de um ministro do STF para abrir impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro, e não contra quem possivelmente desviou recurso”, disse.

Kajuru acusa Moraes de ter cometido crime de responsabilidade, fazendo críticas ao chamado inquérito das fake news, que investiga ataques e propagação de notícias falsas a respeito de integrantes do STF.

Na conversa com apoiadores, Bolsonaro ainda negou que fez jogo de cena no áudio divulgado por Kajuru.

“Foi ele que ligou para mim. Em nenhum momento ele falou ‘tô gravando aqui’. Fiquei surpreendido. Acho que no dia seguinte ele ligou de novo para mim. Disse que estava fazendo uns cortes. Eu fiquei na minha”, disse, lembrando do processo que o filho, Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), está movendo contra Kajuru no Conselho de Ética do Senado.

“Tem um Conselho de Ética para ele no Senado”, disse Bolsonaro.

Fonte: Revista Fórum / Plinio Teodoro

Comentários

MAIS NO TH