Política

12 de abril de 2021 14:56

Secretário garante ao presidente da AMA pagamento do “Vacina Alagoas”

Portaria está sendo liberada para o Diário Oficial do Estado e até o final da semana o dinheiro entra nas contas dos municípios

↑ (Foto: Imprensa AMA)

Em mais uma reunião de acompanhamento da vacinação em Alagoas, o secretário de Saúde Alexandre Ayres, assegurou ao presidente da AMA, Hugo Wanderley, Cosems, prefeitos e secretários presentes o pagamento da primeira parcela do programa “Vacina Alagoas”. A portaria está sendo liberada para o Diário Oficial do Estado e até o final da semana o dinheiro entra nas contas dos municípios e garantiu que o cronograma está sendo obedecido.

Os municípios com até 50 mil habitantes receberão R$ 50 mil na primeira parcela e os demais e até 200 mil receberão R$ 100 mil. O calendário da segunda parcela será feito de acordo com o avanço da vacinação nas cidades. O presidente Hugo Wanderley lembra que a AMA tem orientado em parceria com o Cosems os regramentos do projeto “Vacina Alagoas” de forma sistemática entre gestores e secretários.

A boa notícia da reunião, é que, através da ação dos prefeitos, Alagoas já é o terceiro estado na vacinação e caminha para o primeiro lugar “porque todos estão empenhados em imunizar a população e vencer o Covid”, disse o presidente Hugo Wanderley.

O secretário de Saúde também esclareceu que Alagoas está recebendo e distribuindo as doses de forma regular e que todo o acompanhamento pode ser feito através do site do ministério.

Com o avanço, a secretaria de Saúde já iniciou os estudos técnicos com os critérios que serão estabelecidos para o próximo grupo prioritário. O presidente Hugo Wanderley sugeriu que os municípios tenham conhecimento dessas normas com antecedência para que as cidades comecem já a fazer o levantamento nas cidades dos quantitativos de doses necessárias.

Wanderley também pediu aos secretários e técnicos que tenham o hábito de repassar o quantitativo de doses que chegam para os prefeitos. Também tranquilizou a população de que a segunda dose está garantida, mesmo para os que estão assintomáticos ou com Covid.

Fonte: Imprensa AMA

Comentários

MAIS NO TH