Política

7 de abril de 2021 16:18

Deputado pede criação de Comissão para apurar rachaduras e afundamentos em Maceió

Tremor de terra atingiu mais de 15 mil famílias que tiveram que sair de suas casas

↑ Foto aérea dos bairros afetados (Foto: Jonathan Lins / Assessoria)

Para apurar as causas e consequências das rachaduras e afundamentos causados por um tremor de terra em diversos bairros de Maceió, o deputado Ronaldo Medeiros (MDB) pede a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Assembleia Legislativa de Alagoas.

Mesmo após três anos do abalo sísmico, os moradores das áreas atingidas continuam sem ter conhecimento da extensão do dano causado pela mineração da empresa Braskem nos locais. Além disso, há ainda efeitos à saúde mental da população desses bairros, que têm sido realocada de suas residências.

“Precisamos dar às pessoas uma solução para este problema e entender até onde vai o estrago causado pela empresa. Os prejuízos são imensuráveis. São famílias que foram retiradas de suas casas, tiveram suas vidas atingidas das mais diversas formas e ainda aguardam uma lenta indenização pela Braskem. Eles precisam de respostas, de amparo. É preciso saber exatamente o que aconteceu no local para que os danos não venham a se alastrar”, defende o deputado Ronaldo Medeiros.

Atualmente, a estimativa é que o número de famílias atingidas seja de 15 mil, totalizando mais de 60 mil pessoas. A área de risco definida pela Defesa Civil inclui os bairros do Pinheiro, Bebedouro, Bom Parto, Mutange e parte do Farol, podendo ser atualizada diante de novos estudos.

A comissão deve ser formada por cinco parlamentares que acompanharão de perto o andamento dos estudos nos bairros afetados e analisar as indenizações aos moradores dos locais.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH