Política

25 de janeiro de 2021 08:23

Valor Econômico diz que banqueiros e empresários estão insatisfeitos com Bolsonaro

Jornal cita "alto executivo da Faria Lima" que participa de lives com Bolsonaro e banqueiro que teria dito que "infelizmente, incompetência não é suficiente para o pedido de impeachment”

↑ Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/CNN Brasil)

Depois de pesquisa Atlas Político, divulgada neste domingo (24), mostrar que 53,6% da população já se colocam a favor do impeachment de Jair Bolsonaro, o jornal Valor Econômico, da Globo, diz que a insatisfação com o presidente e o ministro da Economia, Paulo Guedes, é crescente entre empresários e banqueiros, “inclusive entre industriais e o alto escalão da Faria Lima que apoiavam declaradamente até há pouco tempo o governo”.

Segundo a reportagem de Mônica Scaramuzzo e Talita Moreira, as maiores críticas são sobre a falta de organização na vacinação contra a Covid-19 e pelo “medo” da volta do pagamento do auxílio emergencial à população que ainda sobre com os efeitos da pandemia.

Em condição de anonima, um “alto executivo da Faria Lima” que até pouco tempo participava de lives com o presidente disse ao jornal que “não é o momento de se discutir auxílio emergencial” e que Paulo Guedes é “brilhante, mas não conseguiu implementar a agenda econômica”. “Preferiu comprar uma briga com o Rodrigo Maia”.

Um “dos executivos mais importantes do setor bancário” fala que o país está “flertando com a criticidade”, ao criticar a uma possível retomada do auxílio emergencial diante da segunda onda do coronavírus e prevê a instauração de “um caos social no país”.

Um banqueiro salienta, no entanto, que “infelizmente, incompetência não é suficiente para o pedido de impeachment”.

Em outra reportagem, o jornal – que traz um especial sobre o tema – diz que Bolsonaro já se mostra favorável à prorrogação do auxílio emergencial desde que seja aberto um “espaço no orçamento”.

“Se não tem dinheiro, melhor nem fazer [a prorrogação do auxílio”, tem repetido Bolsonaro, segundo interlocutor ouvido pelo Valor.

Fonte: Revista Fórum

Comentários

MAIS NO TH