Política

3 de dezembro de 2020 23:18

Apoiada em lei, Câmara de Arapiraca aprova R$ 43 mi para salário de servidor e hospitais

Vereadores esperam que prefeita pague os salários dos servidores nesta sexta (4)

Com a presença de 15 dos 17 vereadores, a Câmara Municipal de Arapiraca aprovou, na noite desta quinta-feira (3), em regime de urgência, o pedido de autorização de suplementação de verba no valor de R$ 43 milhões para pagamento de salário dos servidores da administração municipal, hospitais conveniados e também serviços essenciais.

O percentual aprovado é de 5% do orçamento anual, ou seja, a metade do que foi solicitado pela prefeita Fabiana Pessoa (Republicanos), que pediu suplementação de 10%, com o valor de R$ 87 milhões a um mês de deixar a prefeitura.

Pela nova redação do projeto, encaminhado ao Poder Legislativo, as Comissões Permanentes da Casa, após analisarem a matéria, pôde  verificar que o mesmo encontrava-se em consonância com a legislação vigente, e, portanto, sendo colocado para discussão e votação.

A primeira a falar sobre a aprovação do projeto foi a vereadora Graça, que iniciou seu pronunciamento lamentando a falta de habilidade da prefeita Fabiana Pessoa em não tentar, pelo menos, um diálogo com a Casa Legislativa para discutir o projeto de tamanha  importância para o município.

“Confesso de público que fiquei estarrecida com a falta de conhecimento em administração pública da prefeita Fabiana Pessoa, quando em uma oportunidade bem recente estive com ela e perguntei sobre coisas básicas em relação a administração municipal e, para a minha surpresa, ela não sabia nada”, desabafou a vereadora Graça.

Ainda segundo a parlamentar, em nenhum momento, a gestora tentou qualquer tipo de diálogo com o Poder Legislativo, deixando claro a sua total falta de habilidade política e administrativa.

O vereador Melquisedec de Oliveita, também falou sobre o projeto, lembrando que a aprovação do pedido no valor de 43 milhões de reais dá o suficiente para quitar os débitos e resolver essa situação que já começava a preocupar a todos.

Condições

O presidente da Câmara Municipal de Arapiraca, Jario Barros, ao usar a palavra, deixou claro que a aprovação do pedido de suplementação de verba seria condicionada exclusivamente ao pagamento dos servidores e esperava que a prefeita Fabiana Pessoa já realizasse o pagamento dos servidores nesta sexta-feira (4).

“Todos os vereadores presentes à reunião na noite desta quinta-feira (3), em número de 15, esperam ver amanhã os salários depositados nas contas dos servidores, acabando de vez com este problema”, disse o presidente.

Jario Barros também falou sobre o encontro que manteve na tarde desta quinta-feira (3), no Ministério Público Estadual, com os promotores Rogério Paranhos e Lucas Mascarenhas, levando ao conhecimento de ambos a real situação do caso.

Jario Barros fez questão de pontuar que em momento algum o Poder Legislativo se esquivou em discutir o assunto de grande importância como o pedido de suplementação de verba.

“Queríamos que a gestora cumprisse com o seu papel e efetuasse o pagamento dos servidores ativos, inativos e prestadores de serviços essenciais, para que tudo voltasse a normalidade.

Ao concluir, o presidente do Legislativo também lembrou que, durante as entrevistas que concedeu à imprensa local, argumentou que seria impossível colocar o projeto para votação nesta quinta-feira (3), mas se referia ao fato de que o pedido de 87 milhões seria impossível aprovar sem antes fazer uma ampla discussão sobre o assunto.

“Mas a margem de cinco por cento do valor dos 87 milhões seria possível, o que acabou acontecendo”, afirmou ele.


Estiveram presentes à reunião, os vereadores Jario Barros, Fabiano Leão, Pablo Fênix, Dr. Fábio, Edvanio do Zé Baixinho, Léo Saturnino, Fábio Henrique, Melquisedec de Oliveira, Sérgio do Sindicato, Willomaks da Saúde, Professora Graça, Aurélia Fernandes, Gilvania Barros, Rogério Nezinho e Moisés Machado.

Fonte: Davi Salsa com assessoria

Comentários

MAIS NO TH