Política

30 de novembro de 2020 17:45

R$ 73 milhões: Sinteal cobra explicações à prefeita Fabiana e prevê ato em Arapiraca

Câmara de Vereadores ainda não se pronunciou sobre o pedido milionário de suplementação

O pedido de suplementação orçamentária no valor de R$ 73 milhões, a um mês do final de seu mandato, está colocando a prefeita Fabiana Pessoa (Republicanos) no centro de mais uma grande polêmica em Arapiraca.

Nesta segunda-feira (30), o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Núcleo Regional Agreste, emitiu uma nota cobrando explicações à gestora, que foi derrotada nas urnas no último dia 15 de novembro, em sua tentativa de reeleição.

Em nota, o Sinteal diz que vem a público repudiar qualquer atraso no pagamento dos Servidores Públicos da Educação do Município de Arapiraca, bem como dos servidores aposentados.

“Não se concebe que a Gestão Municipal não cumpra o seu dever legal de promover o pagamento em dia dos servidores.
Cobramos publicamente a solução imediata do problema e responsabilizamos a Prefeita Fabiana Pessoa e equipe pelo prejuízo causado aos Servidores Públicos Municipais.
É importante que seja dado clareza sobre o fato, uma vez que os recursos da Educação são claramente garantidos pelo Fundeb. Não podemos ser prejudicados pela ingerência e
desorganização da Gestão Municipal e solicitamos as providências urgentes para garantir o direito dos trabalhadores da Educação do Município de Arapiraca.
A categoria, informamos que se não ocorrer o pagamento dentro do prazo, na próxima quarta-feira, estaremos encaminhado
mobilizações e tomando as devidas medidas para defesa dos direitos de nossa categoria”, finaliza a nota do Sinteal, por meio do Núcleo Regional do Agreste.

Outra versão

A Prefeitura de Arapiraca afirma que enviou pedido de suplementação orçamentária à Câmara Municipal de Arapiraca, no valor de R$ 73 milhões.

Na versão da prefeita, os valores devem ser repassados para hospitais, bem como pagamento da folha dos servidores (novembro, dezembro e décimo), dos aposentados, entre outros.

Contudo, os vereadores não apreciaram o pedido porque, segundo apurou a Tribuna, o documento com os detalhes financeiros e orçamentários ainda não havia chegado à Câmara Municipal devido ao final de semana e o feriado estadual desta segunda-feira (30), dedicado ao Dia do Evangélico.

Em nota enviada à imprensa, a gestão municipal diz que encaminhou o documento no último mês de outubro e novamente neste mês de novembro, com maior detalhamento, a pedido da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Arapiraca.

No entanto, até esta segunda-feira, o presidente do Legislativo local, Jario Barros (PROS), não fez qualquer pronunciamento oficial acerca do pedido de Fabiana Pessoa da suplementação no valor de R$ 73 milhões, a um mês do final do mandato como prefeita, como também não revelou uma data prevista para os vereadores apreciarem o documento enviado pela atual gestora.

Fonte: Davi Salsa

Comentários

MAIS NO TH