Política

17 de novembro de 2020 08:05

Famílias tradicionais na política de Alagoas sofrem abalo nas eleições deste ano

Resultado das urnas apresenta derrotas para Marx Beltrão, Pereira e Moura

↑ Jó Pereira viu candidatos de sua família perderem eleições em cidades importantes e o deputado federal Marx Beltrão teve revés em 3 cidades (Fotos: Ascom/ALE e Edilson Omena)

As eleições municipais deste ano apresentaram um cenário de preocupação para algumas famílias tradicionais na política de Alagoas. Os clãs Beltrão – por parte do deputado federal Marx Beltrão (PSD) – Pereira e Moura sofreram derrotas importantes que podem atrapalhar projetos que visem o pleito de 2022.

Considerado o articulador político da família após a morte do patriarca João Beltrão, Marx Beltrão não conseguiu eleger seu irmão Maykon Beltrão (MDB) em Coruripe e reeleger a irmã Jeannyne Beltrão (PRB) em Jequiá da Praia. As derrotas acabaram sendo mais amargas porque foi para o grupo de seu primo Marcelo Beltrão (PP), que se elegeu prefeito em Coruripe e ainda conseguiu a eleição de Felipe Jatobá, que tinha como vice na chapa a esposa de Marcelo, Lili Beltrão (PDT).

O grupo de Marcelo Beltrão ainda conseguiu vencer em Penedo com Ronaldo Lopes (MDB), que até então é vice de Marcius Beltrão (PDT), irmão de Marcelo e em Feliz Deserto, com a reeleição de Rosiana Beltrão (PP). Os primos Marcelo e Marx romperam justamente por conta da candidatura de Marcelo Beltrão em Coruripe. Marx tentou intervir para que apenas Maykon fosse o candidato e isso gerou uma crise interna na família.

Esta derrota pode causar impactos no cenário de 2022, pois a informação dos bastidores é de que Marcelo pode lançar Marcius Beltrão para deputado federal com apoio das bases eleitorais de Coruripe, Jequiá da Praia, Feliz Deserto e Penedo. Marx pode ter pago um preço caro, pois durante a campanha ele disse, reiteradas vezes, que seria candidato a governador.

No final da manhã desta segunda-feira (16), o deputado federal Marx Beltrão publicou, em suas redes sociais, um vídeo em que agradece os votos dos eleitores de Jequiá da Praia e de Coruripe para seus irmãos. O parlamentar reconheceu a derrota nas urnas.

“O resultado das urnas é soberano. É a democracia. Quero aproveitar a oportunidade para parabenizar os candidatos que venceram as eleições, Marcelo Beltrão e Felipe Jatobá. Saibam que continuarei trabalhando firme por Coruripe e Jequiá da Praia”, destacou Marx Beltrão.

Após a consagração das urnas, o deputado estadual e próximo prefeito de Coruripe, Marcelo Beltrão, publicou um vídeo em suas redes sociais, agradecendo à população pela vitória.

“Fizemos uma campanha limpa e de propostas. Vencemos a eleição e agora o momento é de desmontar os palanques e unirmos esforços por Coruripe e Jequiá da Praia”, assegurou o parlamentar.

Quem também sofreu um abalo político nesta eleição foi a família Pereira, liderada pelos irmãos Jó Pereira (MDB) e Joãozinho Pereira (MDB). O clã acabou vendo seu candidato Carlos Augusto (MDB) perder a reeleição em Junqueiro para Leandro Silva (PTB). Em Palestina, a esposa de Joãozinho, Izabelle Alcântara (PP) não conseguiu se eleger prefeita e ainda acabou sendo presa em flagrante por gerar aglomeração durante a votação no município. Outro município que a família não conseguiu eleger um membro foi São Miguel dos Campos. Fernando Pereira (PP) acabou amargando o terceiro lugar na disputa. Em contrapartida, o clã Pereira manteve Teotônio Vilela e Campo Alegre.

No Litoral Norte, Abrahão Moura (DEM) foi eleito em Paripueira, mas sofreu uma derrota na Barra de Santo Antônio, onde a sua esposa, Emanuella Moura (DEM) perdeu a reeleição para Lívia Carla (PTB), que até então era sua vice-prefeita.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Victor Costa

Comentários

MAIS NO TH