Política

16 de outubro de 2020 07:53

Plano da SSP faz TRE descartar tropas federais nestas eleições

↑ Pedro Augusto foi convencido pela SSP sobre plano de segurança (Foto: Dicom/TJAL)

A segurança nas eleições deste ano em Alagoas será “caseira”. Na quarta-feira (14), a Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresentou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) um plano para garantir o bom andamento do pleito em todo o estado. A Corte aprovou o material apresentado pela Secretaria e o uso de tropas federais foi descartado. Ao todo, sete mil agentes atuarão no dia 15 de novembro. Desses, 6.300 são policiais militares.

Segundo a assessoria de comunicação do TRE, o plano da SSP aponta que, para o policiamento, “a área do estado será dividida em quatro regiões e utilizado o efetivo de policiais militares distribuídos, estrategicamente, entre o dia 13 de novembro até o término do pleito, no dia 15. De acordo com os dados da PM/AL [Polícia Militar], serão utilizados 3.192 agentes da segurança pública para o serviço de guarda de urnas [14/11] e 3.299 para o policiamento nos locais de votação”.

Por meio da assessoria do TRE, o presidente da Corte Eleitoral, desembargador Pedro Augusto, afirmou que a SSP convenceu de que não há a necessidade de tropas federais no estado e que os agentes de segurança locais estão em plenas condições de garantir a segurança no dia da votação.

“Tudo que nos foi passado neste encontro nos dá a garantia que as forças policiais de Alagoas, sob o comando da Secretaria de Segurança Pública, estão preparadas e aptas para que todos os alagoanos se sintam seguros para participar efetivamente deste momento tão importante para a nossa democracia”, diz o magistrado.

Quem também atuará para garantir a segurança nas eleições deste ano são as equipes da Perícia Oficial do Estado, cuja função será identificar possíveis fraudes em documentações, como título de eleitor e documentos de identidade.

Além disso, a Polícia Civil também está na linha de frente no dia 15 de novembro. Segundo a apresentação da SSP ao TRE, 900 agentes estarão à disposição para atuar no dia 15 de novembro.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Amaral

Comentários

MAIS NO TH