Política

18 de setembro de 2020 08:48

Davi e Gaspar devem ter maiores tempos de propaganda eleitoral na televisão

Maceió tem 10 pré-candidatos a prefeito, mas surpresas podem surgir até registros

↑ Coligações dos candidatos Davi Davino e Alfredo Gaspar devem dar a eles os maiores tempos de propaganda eleitoral no rádio e na televisão (Foto: Ascom / ALE e Edilson Omena / Arquivo)

Terminou na última quarta-feira (16), o prazo para a realização de convenções partidárias para a escolha de candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições de 2020. No entanto, algumas surpresas ainda podem acontecer, já que o registro de candidatura tem como data-limite o dia 26 de setembro.

Dentre os 11 nomes que apareciam como pré-candidatos à Prefeitura de Maceió até dias antes do fim do prazo para as convenções, apenas um desistiu, Ricardo Santa Ritta (Avante). À Tribuna, na edição do dia 16, ele disse que participará da coordenação da campanha de JHC (PSB), mas o Avante decidiu apoiar Alfredo Gaspar de Mendonça Neto.

O ex-procurador geral de Justiça e ex-secretário estadual de Segurança Pública teve sua candidatura para prefeito de Maceió oficializada na terça-feira (15), em convenção cartorial na sede do MDB. O vice será Tácio Melo, indicação do Podemos.

Com isso, Alfredo Gaspar vai para a disputa para a prefeitura de Maceió com nove partidos aliados: PSC, PL, PRTB, PV, PTC, PSD e Avante, além de MDB e Podemos. A chapa ficou com o segundo maior tempo eleitoral, com um pouco mais de 2 minutos.

Quem ficou com o maior tempo de rádio e TV, foi Davi Davino Filho, do PP. Ele terá um pouco mais de 3 min no guia eleitoral. Davi teve sua candidatura homologada no sábado (12) e terá como vice, o médico Emanuel Fortes, do PSL. Além do PP e PSL, a chapa terá o Cidadania, DEM, Solidariedade e Republicanos.

Já o deputado federal JHC, do PSB, que teve sua candidatura oficializada na quarta-feira (16), terá um pouco mais de 1 min de tempo de rádio e TV. O seu vice será o ex-governador de Alagoas, Ronaldo Lessa, do PDT. A chapa terá ainda o PSDB, liderado no estado pelo senador Rodrigo Cunha.

O Partido dos Trabalhadores (PT) que terá uma chapa puro sangue, encabeçada pelo ex-vereador Ricardo Barbosa, que terá como vice a jornalista Elida Miranda, ficou com 1 min e nove segundos de tempo do guia eleitoral.

O ex-prefeito Cícero Almeida, do Democrata Cristão (DC), terá como vice Ana Cláudia Bezerra, aliada do deputado estadual Antonio Albuquerque, do PTB. A chapa de Cícero pode ter ainda o PROS, do senador Fernando Collor de Melo.

A situação do PROS foi explicada à reportagem da Tribuna Independente, pelo advogado eleitoral, Gustavo Ferreira. Segundo ele, concluídas as convenções partidárias, os partidos têm até 24 horas para comunicar possíveis alianças.

DEMAIS CANDIDATOS

O candidato a prefeito pelo PCdoB, Cícero Filho, ficou com apenas 14 segundos de tempo de guia eleitoral. A ex-reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valeria Correia, do PSOL, vem logo em seguida com 12, 5 segundos. Josan Leite, do Patriota, terá 7,2 segundos e Corintho Campelo, do PMN, ficará com 5,15 segundos. A candidata pela UP, Lenilda Luna, não terá tempo de rádio e TV, o partido é recém- criado.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Victor Costa

Comentários

MAIS NO TH