Política

13 de agosto de 2020 08:32

Doria descarta cloroquina em seu tratamento e diz que segue os médicos, não Bolsonaro

Mais cedo, governador de São Paulo foi atacado por bolsonaristas ao anunciar que testou positivo para a Covid-19

↑ João Doria (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que anunciou na manhã desta quarta-feira (12) que testou positivo para a Covid-19, disse em entrevista à CNN Brasil que não vai se tratar com cloroquina. O medicamento defendido por Jair Bolsonaro não tem sua eficácia contra a doença provocada pelo coronavírus comprovada pelos cientistas.

Perguntado se já havia tomado o medicamento, o tucano foi enfático e alfinetou o presidente: “De jeito nenhum. Só tomo aquilo que os médicos recomendaram, não o que o presidente Bolsonaro recomenda. E os médicos não me recomendam cloroquina. Aliás, o Dr. David Uip não me prescreveu nenhum medicamento, apenas o isolamento”.

“Não houve recomendação [da cloroquina] e nem haveria recomendação para isso, embora eu respeite, porque é um medicamento que apenas médicos devem recomendar e com a concordância do paciente. Mas aqui não houve espaço e nem necessidade”, completou o governador.

ATAQUES E FAKE NEWS

Ainda pela manhã, logo após anunciar que está com Covid-19, Doria passou a ser alvo de bolsonaristas, que começaram a colocar em xeque a efetividade da vacina que vem sendo produzida pelo Instituto Butantan em parceria com uma farmacêutica chinesa, já que o tucano contraiu o vírus mesmo, supostamente, já estando imunizado.

A vacina, entretanto, está em fase final de testes e Doria ainda não foi vacinado. A quantidade de pessoas descreditando a vacina com a informação falsa de que Doria já teria tomado fizeram o governador publicar uma nova postagem para trazer a informação correta à tona.

“Ao ler diversas fake news nas redes após a divulgação do meu diagnóstico de coronavírus, esclareço que não tomei a vacina Coronavac. Apenas médicos e enfermeiros que estão em contato com pacientes com Covid-19 receberam a aplicação da vacina nesta última fase de testes”, escreveu.

Fonte: Revista Fórum / Ivan Longo

Comentários

MAIS NO TH